Pub

Açores 24Horas – Jornal Diário

13 de Setembro de 2017


Francisco Lufinha LUSAO kitesurfer português Francisco Lufinha completou hoje a travessia entre os Açores e o continente, dez dias depois de ter saído de Ponta Delgada, tendo sido recebido por mais de uma centena de pessoas na marina de Oeiras.

Ao lado da alemã Anke Brandt, com quem conseguiu bater o recorde da maior travessia oceânica em dupla, na distância de 1.646 quilómetros, o kitesurfer não escondeu que a receção em festa da família e de muitos amigos “foi, de longe, a melhor parte”, após as várias dificuldades com o vento que a equipa enfrentou neste percurso.

“É incrível. Muito obrigado a todos. Estamos há 10 dias no mar numa coisa que podia ter durado quatro ou cinco dias. Ficámos sem vento no mar a boiar no mesmo sítio. Ter esta multidão querida a puxar por nós é inacreditável”, afirmou, citando o “vento fraco” e algumas “avarias” no barco da tripulação de apoio como os maiores problemas.

O ponto de partida desta jornada ocorreu em 04 de setembro, em Ponta Delgada, assinalando assim o quarto e último passo do projeto “Portugal é Mar”, iniciado por Francisco Lufinha em 2013 e que teve como objetivo a ligação do território português em kitesurf. Para trás ficaram as ligações Porto-Lagos, em 2013, Selvagens-Funchal, em 2014, e Lisboa-Madeira, em 2015.

Apesar dos diversos obstáculos que a comitiva teve de superar, Francisco Lufinha lembrou também alguns momentos positivos e que reforçaram a sua paixão pelo mar: “O feeling de andar à noite no mar, com o reflexo da lua cheia, é espetacular. Sentia-me um Vasco da Gama. É uma sensação sem preço e é por isso que eu faço isto, por esta paixão pelo mar”.

Paralelamente, o kitesurfer identificou a quantidade de lixo e plástico encontrados na água como um “problema sério” e que esta preocupação poderá estar na base dos seus próximos projetos para o futuro.

Presente na receção esteve também a ministra do Mar, Ana Paula Vitorino, que se mostrou emocionada com o feito de Francisco Lufinha e de Anke Brandt, agradecendo o exemplo de dedicação ao mar para as novas gerações.

“É um feito notável a vossa determinação, o amor pelo mar e pelos desafios. Fazes mais pela atração do mar relativamente a esta nova geração do que não sei quantas conferências que possamos fazer. Só posso agradecer em nome do Governo e do Estado”, declarou.

A governante assinou ainda um mapa com o desenho das diferentes travessias de Francisco Lufinha no projeto “Portugal é Mar”, colocando um simbólico ponto final na odisseia de quatro anos do kitesurfer português.

 

 

Lusa / Foto: Lusa

Download PDF



10 de Setembro de 2017


KO17_1Francisco Lufinha e Anke Brandt já percorreram mais de 750 quilómetros na travessia rumo ao recorde mundial da maior viagem de kitesurf em dupla, num percurso de mais de 1.500 quilómetros que separa os Açores do continente. A marca dos 500 quilómetros foi ultrapassada ontem, sábado, ao final da tarde.

Recorde-se que Lufinha partiu no dia 4 de Setembro de Ponta Delgada, na ilha de São Miguel, com a sua equipa onde segue também a recordista alemã Anke Brandt, com quem tem partilhado milhas em turnos intercalados.

Esta odisseia é a derradeira etapa do projeto de Francisco Lufinha “Portugal é Mar”, que pretende ligar o território português por mar em kitesurf e conta com o apoio da Docapesca, CCL, Turismo dos Açores, Visit Portugal, Fundação Oceano Azul, Oceanário de Lisboa, MINI, entre outros parceiros.

 

 

Açores 24Horas / NI / Foto : Direitos Reservados

Download PDF



5 de Setembro de 2017


surf-jacome-foto-rezendesA nona edição do Azores Airlines Pro, prova de qualificação ao mundial de surf, arranca na terça-feira na Praia de Santa Bárbara, na Ribeira Grande, na ilha de São Miguel, com 144 inscritos de 17 nacionalidades.

 

Vasco Ribeiro, o melhor português no circuito de qualificação para o mundial da modalidade, e Jácome Correia estão diretamente apurados para a segunda ronda, sendo que fazem parte do grupo de seis portugueses que estarão presentes na prova açoriana.

“Um bom resultado, seria pelo menos os quartos de final, antes disso não é propriamente um bom resultado e portanto vou tentar dar o meu melhor, eu gosto muito de estar aqui nos Açores, é um sitio que me sinto bem as ondas são ótimas, é mesmo muito bom e portanto é fazer o que tenho vindo a fazer e esperar que as coisas corram bem”, disse Vasco Ribeiro à margem de uma conferência de imprensa que decorreu esta tarde no Santa Bárbara Eco-Beach Resort.

Além de Vasco Ribeiro, também o açoriano Jácome Correia marcou presença na apresentação do Azores Airlines Pro 2017, etapa do circuito mundial de surf masculino da World Surf League, onde participa pela quarta vez.

“O ano passado sinto que foi a minha melhor prestação aqui neste campeonato e este ano gostava de fazer melhor, o ano passado estive quase a passar um heat (eliminatória) este ano queria mesmo passar um heat pelo menos e mostrar o meu surf. Tenho trabalho o ano todo e quero mostrar o que tenho feito”, admitiu Jácome Correia.

A prova açoriana de qualificação ao mundial de surf regressa este ano à Praia de Santa Bárbara, depois de no ano passado ter decorrido na Praia do Monte Verde, também na Ribeira Grande, sendo que este ano esteve interdita a banhos devido à má qualidade da água.

“O facto de este ano o evento se localizar neste espaço tem a ver, como foi público, com a contaminação das águas nas zonas do Monte Verde. Um problema que foi identificado e que, segundo as últimas análises, já está ultrapassado, mas por precaução quisemos que viesse para esta praia”, disse o presidente da Câmara Municipal da Ribeira Grande aos jornalistas.

Alexandre Gaudêncio assegurou ainda que no concelho nortenho da ilha de São Miguel é fácil “deslocalizar o evento”, tendo em conta que a Ribeira Grande é conhecida por ter praias com um grande “potencial ao nível de ondas”, assegurando que já existe o registo “oficial” da “marca” “Ribeira Grande- Capital do Surf”.

O diretor regional do turismo destacou o impacto que a prova de surf tem para promover os Açores a nível nacional e internacional.

“Estão garantidos os argumentos para sete dias de pura magia e emoções fortes nas ondas da praia de Santa Bárbara arriscando-me a prever desde já o maior sucesso desportivo e assim a pretendida promoção da prova a nível nacional, internacional com os respetivos ganhos de notoriedade para o destino Açores que justificam o apoio concedido pelo Governo Regional dos Açores”, disse.

A nona edição do Azores Ailines Pro arranca esta terça-feira e termina no próximo domingo e conta com a inscrição de 144 atletas de 17 nacionalidades destacando-se a presença sobretudo de surfistas americanos, brasileiros, australianos, franceses e espanhóis.

 

Lusa

Download PDF



20 de Agosto de 2017


selecao portugalO selecionador português, Fernando Santos, anuncia no dia 24 de agosto a lista de convocados para os jogos com as Ilhas Faroé e a Hungria, ambos de qualificação para o Mundial2018, divulgou hoje a Federação Portuguesa de Futebol.

A conferência de imprensa está agendada para as 12:00 e vai decorrer na Cidade do Futebol, em Oeiras.

Portugal, atual campeão europeu, defronta no dia 31 de agosto as Ilhas Faroé, no Estádio do Bessa, no Porto, e no dia 3 de setembro desloca-se a Budapeste para jogar frente à Hungria.

Após seis jornadas, a seleção nacional ocupa o segundo lugar do grupo B de apuramento para o próximo Campeonato do Mundo com 15 pontos, menos três do que a Suíça, que lidera. Apenas o primeiro lugar dá acesso direto à fase final da competição.

Logo após a divulgação de Fernando Santos, será a vez de Rui Jorge, selecionador dos sub-21, revelar a lista de convocados para o embate para o País de Gales, que marca o arranque da campanha para o Euro2019.

 

 

Lusa

 

Download PDF



17 de Agosto de 2017


andebolO grupo 4 de qualificação europeia para o Mundial2019 de andebol vai disputar-se em Portugal, de 12 a 14 de janeiro de 2018, depois do Kosovo ter declinado a organização, anunciou hoje a Federação Portuguesa de Andebol.

Segundo a federação, o local onde serão disputados os encontros será indicado “brevemente”, sendo que o primeiro classificado garante a passagem ao ‘play-off’ de apuramento para o campeonato do mundo, numa ‘poule’ na qual, além de Portugal, participam Chipre, Polónia e Kosovo.

“A partir do momento em que foi decidido que a qualificação ia ser em modelo de concentração, a federação de andebol manifestou logo o interesse em organizar a prova”, explicou, citado em comunicado, o presidente do organismo, Miguel Laranjeiro, que quer aproveitar a “oportunidade de construir um caminho que levará a equipa ao encontro dos melhores do mundo” a jogar em casa.

Quanto aos adversários da formação lusa, o selecionador Paulo Pereira considera que “a Polónia é sempre forte, seja em que parte do mundo for”, mas “é sempre preferível jogar em casa”.

“Vai ser um osso duro de roer, mas vamos trabalhar para ganhar esta qualificação e seguir em frente para o play-off”, disse.

O Campeonato do Mundo de 2019 será organizado em conjunto por Alemanha e Dinamarca, vai decorrer no mês de janeiro e já conta com três das 24 nações apuradas: as duas anfitriãs e a França, campeã em título.

O Europeu de 2018 entrega mais um lugar direto, com as restantes formações europeias a disputarem um ‘play-off’.

 

 

Lusa

Download PDF



8 de Agosto de 2017


futebolO Real Madrid, com Cristiano Ronaldo a entrar na segunda parte, venceu hoje o Manchester United, de José Mourinho, por 2-1, conquistando a Supertaça Europeia de futebol pela terceira vez em quatro anos.

Os espanhóis, vencedores da Liga dos Campeões na época passada e detentores da Supertaça Europeia, adiantaram-se com golos de Casemiro, aos 24 minutos, e Isco, aos 52, antes de Lukaku reduzir para os ingleses, campeões da Liga Europa, aos 62 minutos.

Depois de ter vencido o troféu pela primeira vez em 2002, os madrilenos, que tiveram Ronaldo no ‘onze’ a partir dos 83 minutos, venceram a prova de novo em 2014 e 2016, enquanto os ‘red devils’, orientados por José Mourinho, sofreram a terceira derrota na Supertaça Europeia, não conseguindo repetir o êxito de 1991.

 

 

Lusa

Download PDF



23 de Julho de 2017


atletismo-desportoO atleta português Cristiano Pereira conquistou hoje a medalha de ouro da prova dos 5.000 metros da categoria T20 (deficientes mentais) dos Campeonatos do Mundo de atletismo do Comité Paralímpico Internacional (IPC), que decorrem em Londres.

 

Cristiano Pereira venceu a prova com um total de 14.29,80 minutos, superando em mais de 10 segundos o segundo classificado, o norte-americano Michael Branningan (14.39,87), enquanto o terceiro lugar foi para o ucraniano Pavlo Voluikevych (15.01,59).

O atleta português estabeleceu ainda o recorde dos campeonatos, que estava fixado nos 15.39,43 pelo japonês Daisuke Nakagawa, enquanto o recorde do mundo continua a ser do norte-americano Michael Branningan (14.09,51).

 

 

Lusa

Download PDF



22 de Julho de 2017


telma monteiro lusaA judoca portuguesa Telma Monteiro conquistou hoje a medalha de ouro na categoria -57kg no Open Europeu de Minsk, naquela que foi a primeira prova após a conquista do bronze nos Jogos Olímpicos Rio2016.

Depois de sofrer uma lesão no ombro no Rio de Janeiro, Telma Monteiro esteve cerca de 11 meses sem competir, regressando hoje com uma prova perfeita, em que afastou todas as adversárias por ‘ippon’.

No caminho para o ouro, a judoca do Benfica derrotou a alemã Inês Beischmidt, a azeri Sakina Zayirova, a russa Anastasiia Konkina e a italiana Giulia Caggiano.

Na mesma categoria, Joana Ramos caiu na primeira ronda, frente à polaca Arleta Podolak.

Em -48 kg, Maria Siderot também conquistou a medalha de ouro, numa categoria em que Joana Diogo terminou na terceira posição.

Maria Siderot afastou, nas duas primeiras rondas, a austríaca Mara Kraft e a ucraniana Olena Nishcheta, ambas por ‘ippon’, seguindo-se triunfos por ‘waza-ari’ sobre a alemã Katharina Menz e a sérvia Milica Nikolic, que tinha afastado Joana Diogo na meia-final e Lorrayna Costa na primera ronda.

Esta foi mesmo a única derrota de Joana Diogo, que afastou a holandesa Amber Gersjes e a russa Nataliya Komova, batendo na atribuição do bronze a guineense Taciana César.

Em -52kg, Mariana Esteves caiu na repescagem e terminou em sétimo, com Luís Carmo a ser afastado na segunda ronda de -73kg.

Leandra Freitas (-52 kg), Gonçalo Mansinho (-60 kg), Sergiu Oleinic (-66 kg), João Crisóstomo (-66 kg) e Jorge Fernandes (-73 kg) perderam na primeira ronda.

 

 

Lusa / Foto Lusa ( foto de arquivo)

Download PDF



8 de Julho de 2017


redbullCom o vento e o mar a colaborarem, os melhores atletas do mundo de saltos para água de grande altura estão de volta aos Açores, pelo sexto ano consecutivo. O arranque da competição evocou hoje o passado da modalidade, proporcionando uma experiência que é única em toda a temporada do Red Bull Cliff Diving World Series: saltar diretamente das rochas. O mexicano Jonathan Paredes e a australiana Helena Merten foram as figuras do dia, superando o favoritismo dos atuais campeões.

Vento fraco e ondulação muito ligeira brindaram hoje (sábado 8 de julho) público e atletas no arranque da segunda etapa deste ano do Red Bull Cliff Diving. Pela sexta vez nos Açores, nas paisagens intocadas do ilhéu de Vila Franca do Campo, o circuito mundial começou pelo lado mais diferenciador desta etapa – saltos para a água de grande altura a partir da rocha, evocando as origens da modalidade nascida há 250 anos no Havai.

Durante a manhã e início da tarde, os 22 atletas de nove países – 14 masculinos e 8 senhoras – mostraram a sua capacidade de voar graciosamente com destino às águas temperadas (22.3ºC) desta zona do Atlântico. E fizeram-nos a partir de dois locais distintos, o último obrigou mesmo ao recurso a um esquema de escalada até ao ponto desejado. Uma aventura comentada por Greg Louganis – lenda dos Jogos Olímpicos que assumiu este ano a direção desportiva do evento: “Foi um dia incrível de volta às origens e este tipo de saltos são mais exigentes para os atletas, tendo em conta o terreno acidentado e a proximidade da rocha. Estou orgulhoso da prestação de todos!”.

Os atuais campeões do Red Bull Cliff Diving World Series tiveram um arranque dececionante, contrariando assim o seu favoritismo. O britânico Gary Hunt – que venceu as duas últimas etapas portuguesas – foi mesmo o último classificado após as duas rondas competitivas:

“Cometi um erro tático e paguei por isso. Agora tenho de dar tudo para lutar amanhã por um lugar na final, mas acredito que ainda posso lá chegar”, comentou. A liderança pertenceu ao mexicano Jonathan Paredes, com o colombiano Orlando Duque e o norte- americano Steven LoBue a fecharem, respetivamente, o TOP 3.

Em femininos as contas também foram inesperadas, com a Campeã Rhiannan Iffland (Austrália) a ceder o comando à sua compatriota Helena Merten. Visivelmente feliz, Merten mostrou-se cautelosa na análise do dia: “Não posso celebrar já, porque ainda há muito saltos para dar e amanhã são os mais difíceis”.

Amanhã (domingo 9 julho) a ação das finais vai poder ser acompanhada a partir das 13h30 (hora de Portugal continental) através da transmissão televisiva em direto da Red Bull TV: https://www.redbull.tv/live/AP-1RZDU6T5W2111/red- bull-cliff- diving-world- series.

Download PDF



6 de Julho de 2017


baleeiroA história teima em continuar viva nos mares dos Açores e a prova disso é a  realização do II Campeonato Regional de Botes Baleeiros.

Nos próximos dias 8 e 9 de julho mais de uma centenas de praticantes, femininos e masculinos, oriundos de S. Miguel, Terceira, Santa Maria, Graciosa, S. Jorge, Pico, Faial e Flores lançam-se à água para disputar uma prova que é muito mais do que um simples desporto.

No Clube Naval de Santa Maria (CNSM), clube a quem coube este ano a organização, a azáfama é grande e a poucos dias do início do campeonato ultimam-se os preparativos em termos de logística e organização.

Rui Batista, presidente do CNSM, afirma que “acolher este grande evento reveste-se de grande importância, não só porque Santa Maria também esteve ligada à baleação, com vários dos seus baleeiros ainda vivos, mas também porque traz muitas pessoas à ilha, beneficiando consideravelmente o turismo e a economia”.

No total estão previstas 10 provas, 6 de remo e 4 de vela, divididas por 2 portos de regata.

Foi em 2015 que a Comissão Consultiva do Património Baleeiro decidiu instituir a realização anual de um Campeonato Regional de Botes Baleeiros em vela e remo com o objetivo de divulgar e consolidar a utilização desportiva do Património Baleeiro Móvel recuperado e utilizado em todas as ilhas.

A competição estreou-se no ano passado, na ilha das Flores e prossegue agora na ilha de Santa Maria, com grande adesão de equipas de clubes navais, associações culturais e juntas de freguesia das várias ilhas participantes.

O II Campeonato Regional de Botes Baleeiros, homologado pela Comissão Consultiva do Património Baleeiro, é promovido pela Direção Regional da Cultura e conta com a organização do Clube Naval de Santa Maria, em parceria com a Câmara Municipal de Vila do Porto.

 

 

 

Açores 24Horas / NI

 

Download PDF



2 de Julho de 2017


selecaoPortugal concluiu hoje no terceiro lugar a Taça das Confederações de futebol, ao derrotar o México, por 2-1, após prolongamento, depois do empate 1-1 registado no final do tempo regulamentar, em Moscovo.

 

Uma grande penalidade transformada por Adrien Silva, aos 104 minutos, deu a vitória a Portugal, depois de Pepe ter forçado o prolongamento, aos 90+1 minutos, marcando o golo que igualou a partida, após um autogolo de Luís Neto ter dado vantagem aos mexicanos, aos 54 minutos. Na primeira parte, aos 16 minutos, André Silva desperdiçou uma grande penalidade, permitindo a defesa ao guarda-redes Ochoa.

Portugal despede-se da Rússia como terceiro classificado da Taça das Confederações, cuja final se disputa ainda hoje, em São Petersburgo, opondo a Alemanha ao Chile a partir das 21:00 (19:00 em Lisboa).

 

 

Lusa

Download PDF



29 de Junho de 2017


redbullO Ilhéu de Vila Franca do Campo, na Ilha de São Miguel, prepara-se para uma vez mais evocar as origens de uma modalidade nascida no Havai há mais de 200 anos,  e recebe no fim-de-semana de 8 e 9 de julho a segunda etapa de 2017 do Red Bull Cliff Diving World Series.

O regresso aos Açores acontece pelo sexto ano consecutivo e promete grandes emoções, seja a partir das plataformas de 27 e 21 metros, seja com saltos diretamente das rochas, com a competição organizada pela primeira vez ao longo do fim-de-semana,sendo que as primeiras rondas decorrem no sábado e as finais no domingo – 8 e 9 de julho , nesta que é a única prova do Red Bull Cliff Diving World Series onde os atletas têm a oportunidade de saltar diretamente das rochas, um desafio que evoca as origens da modalidade e que vem acrescentar um patamar de dificuldade adicional.

Por estes e outros motivos, a prova é apoiada também por entidades governamentais, com Marta Guerreiro, Secretária Regional da Energia, Ambiente e Turismo do Governo dos Açores, a afirmar que “o Red Bull Cliff Diving permite aumentar a notoriedade do nosso destino, aliado à natureza, como elemento diferenciador na oferta turística, uma vez que se apresenta como um evento âncora com elevado nível de promoção internacional”. Uma iniciativa “enquadrada na ação do Plano Estratégico e de Marketing dos Açores, relativamente à angariação e aposta em eventos de renome internacional no segmento associado às atividades náuticas, projetando os Açores num contexto promocional muito mais vasto”, ressalva.

Nesta etapa, os 22 atletas, de nove países, prometem mostrar os mais complexos e exuberantes saltos da modalidade proposta pela FINA – Federação Internacional de Natação – para os Jogos Olímpicos de 2020.

Depois da saída da plataforma de 27 (masculinos) ou 21 metros (femininos) – ou diretamente da rocha de uma altura idêntica – o encontro com as águas do oceano dá-se em menos de três segundos, correspondendo a uma aceleração próxima da registada por um Fórmula 1.

Tal como no ano passado, o grupo integra atletas masculinos e femininos – entre elementos do quadro permanente e “wildcards”. Cumprida a primeira etapa do calendário (Irlanda), há dois nomes que se destacam desde já. Em masculinos quem lidera é o hexacampeão Gary Hunt, uma referência que também venceu no ano passado nos Açores, e a australiana Rhiannan Iffland – a sensação de 2016 (foi a primeira atleta wildcard a chegar ao título na sua primeira época) começou igualmente o ano a ganhar.

O circuito mundial conta este ano com um novo Diretor Desportivo, o norte-americano Greg Louganis, lenda do desporto que é o mais bem-sucedido atleta de saltos para a água de todos os tempos.

Domingo (9 julho) a ação das finais vai poder ser acompanhada a partir das 13h30 (hora de Portugal continental) através da transmissão televisiva em direto da Red Bull TV, em https://www.redbull.tv/live/AP-1RZDU6T5W2111/red- bull-cliff- diving-world- series.

 

 

 

 

Açores 24Horas / NI

Download PDF



28 de Junho de 2017


selecaoA seleção portuguesa de futebol foi hoje eliminada nas meias-finais da Taça das Confederações de futebol, ao perder com o Chile, por 3-0, no desempate por grandes penalidades, após um empate a zero.

Após 120 minutos sem golos, o campeão sul-americano foi mais forte no desempate por grandes penalidades, marcando as três oportunidades, com Portugal, vencedor do Euro2016, a não converter nenhuma.

Na final, o Chile vai defrontar a Alemanha, campeã do mundo, ou o México, vencedor da Gold Cup, competição continental da América do Norte, Central e Caraíbas (CONCACAF), que se defrontam na quinta-feira.

 

 

Lusa

Download PDF




Portugal e o Chile vão hoje decidir no prolongamento o primeiro finalista da meia-final da Taça das Confederações de futebol, num encontro que se está a disputar em Kazan, na Rússia.

 

Após 90 minutos, os campeões da Europa e da América do Sul mantinham-se empatados a zero golos.

O vencedor do encontro vai disputar o título no domingo com a Alemanha, campeã do mundo, ou o México, vencedor da Gold Cup, competição continental da América do Norte, Central e Caraíbas (CONCACAF), que se defrontam na quinta-feira.

 

 

Lusa

Download PDF



24 de Junho de 2017


selecaoA seleção portuguesa apurou-se hoje para as meias-finais da Taça das Confederações de futebol, ao vencer a Nova Zelândia, por 4-0, em jogo da terceira e última jornada do Grupo A.

Em São Petersburgo, os campeões europeus marcaram por Cristiano Ronaldo (33 minutos), de grande penalidade, Bernardo Silva (37), André Silva (80) e Nani (90+1), garantindo o primeiro lugar do grupo, com os mesmos pontos do México, que venceu a Rússia, por 2-1. A anfitriã terminou com três pontos e a Nova Zelândia com zero.

Nas meias-finais, Portugal vai defrontar o segundo classificado do Grupo B, na quarta-feira, em Kazan, numa partida em que o selecionador Fernando Santos não poderá contar com Pepe, castigado.

 

 

 

Lusa

Download PDF



21 de Junho de 2017


selecaoA seleção portuguesa de futebol deu hoje um passo de gigante rumo às meias-finais da Taça das Confederações, ao vencer a anfitriã Rússia por 1-0, em encontro da segunda jornada do Grupo A, em Moscovo.

Cristiano Ronaldo marcou aos oito minutos, de cabeça, depois de um centro de Raphäel Guerreiro, o único golo do encontro, o seu 74.º em 141 internacionalizações ‘AA’, o 13.º em 2016/17 (oito jogos) e o sexto em 2017 (cinco).

Com este triunfo, os detentores do título europeu isolaram-se, provisoriamente, no primeiro lugar do Grupo A, com quatro pontos, contra três da Rússia. México (um ponto) e Nova Zelândia (nenhum) defrontam-se ainda hoje.

 

 

Lusa

Download PDF



18 de Junho de 2017


selecao portugalPortugal e México empataram hoje 2-2, em jogo da primeira jornada do Grupo A da Taça das Confederações de futebol, em Kazan, na Rússia.

Portugal inaugurou o marcador aos 34 minutos, com um golo de Ricardo Quaresma, mas o México respondeu na reta final do primeiro tempo, por intermédio de Javier Hernandez ‘Chicarito’, aos 42. Na segunda parte, Cédric Soares recolocou Portugal na frente, aos 86 minutos, mas já em tempo de compensações, aos 90+1, Héctor Herrera marcou pelos mexicanos e fechou o resultado final.

Com este empate, Portugal e México partilham o segundo lugar no Grupo A, com um ponto, a dois da anfitriã Rússia, que venceu no sábado a Nova Zelândia, por 2-0.

O próximo jogo de Portugal, campeão europeu, na Taça das Confederações está marcado para quarta-feira, frente à Rússia, em Moscovo.

 

 

Lusa

 

Download PDF



17 de Junho de 2017


andebolA seleção portuguesa de andebol falhou hoje o apuramento para o Europeu da modalidade, que se disputa na Croácia em 2018, ao perder na Eslovénia por 28-18.

No sexto e último jogo do Grupo 5 de qualificação, disputado na Arena Bonifika, a formação lusa tinha a vitória como único resultado viável para o apuramento, mas já perdia por 12-9 ao intervalo, antes do marcador se avolumar para os locais.

Desta forma, a Eslovénia soma agora sete pontos, mais dois do que Portugal, e assegura a outra vaga no Euro destinada à ‘poule’, depois da campeã em título Alemanha ter o primeiro lugar garantido, com a Suíça no último lugar.

A seleção portuguesa, que não participa num Europeu de andebol desde 2006, também não conseguiu apurar-se como melhor terceira classificada, lugar destinado à Lituânia, que somou seis pontos na qualificação, mais um que os lusos.

 

 

Lusa

Download PDF




ciclismoO português João Pereira sagrou-se hoje campeão europeu de triatlo, no Campeonato da Europa da modalidade, a decorrer em Kitzbuhel, na Áustria, com João Silva em terceiro lugar.

 

O atleta do Benfica terminou a prova em 1:45.31 horas, um segundo a menos do que o francês Raphael Montoya, segundo classificado, e quatro a menos em relação ao compatriota e colega no Benfica João Silva.

Quanto aos restantes portugueses, Pedro Afonso Gaspar foi 40.º e Miguel Arraiolos desistiu, após a prova de ciclismo.

 

 

Lusa

Download PDF



14 de Junho de 2017


selecao portugalA seleção portuguesa realizou hoje o último treino na Cidade do Futebol, em Oeiras, com os 23 futebolistas convocados, antes da partida para a Rússia, onde vai disputar a Taça das Confederações.

 

Nos 15 minutos abertos à comunicação social, o selecionador nacional, Fernando Santos, viu toda a equipa disponível efetuar os habituais exercícios de aquecimento, antes de iniciarem uma situação de jogo em campo reduzido.

Cédric e Pepe, que na terça-feira fizeram trabalho condicionado com bola, estiveram no relvado a treinar sem limitações com os restantes companheiros.

A seleção portuguesa parte ao início da tarde para a Rússia, onde irá participar na Taça das Confederações, na qualidade de campeã da Europa, mas antes irá receber e almoçar com o Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, na Cidade do Futebol.

A estreia de Portugal na prova está marcada para domingo, frente ao México, em Kazan.

 

 

Lusa

Download PDF



Diretor / Editor – Sissa Madruga
Sede Redação e edição – Rua do Cemiterio, nº16, Livramento-9500 615 Ponta Delgada
Email - acores24@gmail.com
Telm - +(351) 913290915

Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) - Registo nº 126316
Estatuto EditorialAçores 24Horas © 2013
Propriedade Fabio Celio Ribeiro - NIF 214139336