Pub

Açores 24Horas – Jornal Diário

19 de Abril de 2017


serao radiofonicoA Vida no Campo, projecto de Joel Neto centrado nos modos de vida e na identidade do povo açoriano (e terceirense em particular), começou por se chamar Regresso a Casa, com publicação semanal no Diário Insular, de Angra do Heroísmo. Estendeu-se daí ao Diário de Notícias, de Lisboa, e a uma série de outros jornais da diáspora açoriana nos EUA e no Canadá, ganhando novo título e acabando por se transformar naquilo que, na verdade, sempre foi: um livro em forma de diário, em diálogo íntimo com a anterior obra do autor, o romance Arquipélago. Tal como este, vingou crítica e comercialmente, chegando aos tops nacionais de vendas. A sua adaptação ao teatro consumar-se-á em 2019, com a chancela do Teatro Constantino Nery, de Matosinhos.

“Mas a rádio, esse meio de comunicação tão ideal e romântico como (tantas vezes) esquecido, foi o primeiro a reconhecê-lo”. Depois de uma série de edições da rubrica Sinais centrados nos seus textos, o jornalista Fernando Alves, um dos mais importantes cronistas e repórteres da rádio portuguesa do pós-25 de Abril, decidiu unir esforços com o sonoplasta Herlander Rui e viajar até à Terceira, à procura das suas personagens, das suas histórias e das suas atmosferas. O resultado, o documentário Leva-Me à Estrada do Paraíso, encantou os ouvintes da TSF-Rádio Notícias e chega agora à Biblioteca Pública e Arquivo Regional Luís da Silva Ribeiro, para apresentação num Serão Radiofónico Especial em que à exibição da obra se juntará uma conversa informal sobre as exigências do documentário radiofónico e o próprio futuro da rádio.

Na véspera, 20 de Abril, a Biblioteca Pública e Arquivo Regional Luís da Silva Ribeiro será anfitriã de uma emissão especial de Serões Inquietos, programa da TSF-Rádio Notícias que será, nesse dia, dedicado à mais recente casa dos livros dos Açores, à literatura açoriana, à arquitectura, à música e, em geral, à cultura feita nos Açores. Transmitido em directo para todo o país (e para o mundo, via edição online), o programa terá a duração de duas horas e contará com convidados como Nuno Lopes, director regional de Cultura dos Açores; Cláudia Cardoso, directora da Biblioteca Pública e Arquivo Regional Luís da Silva Ribeiro; Susana Goulart da Costa, Francisco Maduro-Dias e Jorge Bruno, historiadores e museólogos; Luísa Ribeiro, Álamo Oliveira e Joel Neto, escritores; entre outros.

 

Fernando Alves, 62 anos, é fundador e (ex-director) da TSF-Rádio Notícias, na qual se ocupa da crónica diária Sinais e tem coordenado os mais diversos e inesquecíveis programas, da breve Revista de Imprensa ao longo Terra a Terra, entre muitos outros. Um dos mais respeitados homens da rádio a nível nacional, começou em Luanda, onde trabalhou com Emídio Rangel e uma série de outros nomes que viriam a tornar-se incontornáveis na comunicação social portuguesa do pós-25 de Abril. Colaborou com a SIC, publicou a colectânea de crónicas Sinais (Oficina do Livro) e recebeu, em 2015, o notável Prémio de Carreira Escritaria, atribuído pela Câmara Municipal de Penafiel.

Herlander Rui, 46 anos, nascido em Lisboa, é um dos mais destacados sonoplastas da rádio portuguesa. Formado no âmbito do programa Ijovip, começou na Rádio Nova Antena, transitando em 1995 para a TSF-Rádio Notícias, onde hoje se divide entre a sonoplastia – incluindo edição de inúmeros programas e reportagens, pós-produção de jingles e autopromoções e apoio técnico a operações no exterior – e diferentes funções na área  de multimédia. É formador do CENJOR-Centro Protocolar de Formação Profissional para Jornalistas.

Joel Neto, 43 anos, é autor de uma dúzia de livros dos mais diversos géneros. Em 2012, e depois de duas décadas a viver em Lisboa – e quase outros tantos como jornalista de virtualmente todos os principais jornais nacionais –, voltou à Terceira, ilha Natal, para se dedicar inteiramente à literatura. Cronista permanente dos jornais Diário de Notícias e O Jogo, entre outros, publicou entre 2015 e 2016 Arquipélago (romance) e A Vida no Campo (diário), os primeiros dois resultados desse investimento pessoal e profissional. Ambos receberam a aclamação da crítica, chegando aos tops nacionais de vendas.

Download PDF



21 de Fevereiro de 2017


wanda stuart Direitos ReservadosO Coliseu Micaelense abre portas a 24 e 27 de fevereiro, de casa cheia, para mais uma edição dos Grandes Bailes de Carnaval, este ano com a participação especial da consagrada artista nacional Wanda Stuart, numa participação especial com a Orquestra Ligeira de Ponta Delgada.

A consagrada artista nacional sobe ao palco entre as 00H00 e as 01H00, quer na sexta-feira, quer na segunda-feira, protagonizando o primeiro momento da noite, após as tradicionais valsas, numa entrada em registo Broadway e pop-rock, terminando com temas brasileiros.

A animação musical em palco conta, igualmente, com a banda Stereomode e a participação de Pilar Silvestre, Marina, Jaime Goth e Anderson Luiz Ouro Preto como convidados desta banda regional que tem vindo a marcar presença “neste evento âncora de projeção regional, nacional e, este ano, internacional”.

Facultando um espaço alternativo à pista principal, mas com a mesma essência carnavalesca, o Foyer do Coliseu terá a presença da dupla de DJ´s Matti e Kid DJ, até às 05H00.

Recorde-se que as mesas de pista, de balcões e os camarotes para ambos os bailes estão esgotados estando apenas disponíveis bilhetes individuais para os dois bailes, estando a venda a decorrer de forma “surpreendentemente rápida”, segundo a direção.

De acordo com Miguel Brilhante, “a procura pelos nossos Bailes tem vindo a superar a oferta. E a realidade é que foi ultrapassada a nossa expectativa… prometendo que teremos dois grandes Bailes este ano que dignificarão o nosso Coliseu, a nossa cidade e os Açores”.

Com uma disponibilidade para 2500 pessoas, os Grandes Bailes de Carnaval 2017 integram, de forma muito particular e alusiva, as Comemorações do Centenário desta casa de espetáculos que prevê, segundo Miguel Brilhante, “cerca de cem eventos e grandes nomes para honrar o seu passado, promover o seu presente e projetar o seu futuro”.

Os bilhetes individuais ainda disponíveis podem ser adquiridos na bilheteira do Coliseu, das 13H00 às 19H00, e na bilheteira online, com preços que variam entre os 40 euros para sexta-feira e 30 euros para segunda-feira.

 

 

Açores 24Horas

Foto – Direitos Reservados

 

 

talholagoa1

 

Download PDF



27 de Janeiro de 2017


bolieiro estrelasRecuperada pela autarquia de Ponta Delgada há 15 nos, o Cantar às Estrelas nos Paços do Concelho já se tornou numa tradição, sendo cada vez mais os grupos que aderem à iniciativa.

Prova disso são os 11 grupos do 11 grupos do concelho de Ponta Delgada, num total de 250 participantes, que a 1 de fevereiro próximo, iniciam, às 18h00, o Cantar às Estrelas perante o Presidente da Câmara, José Manuel Bolieiro, e restante executivo camarário.

A primeira atuação está a cargo do Conservatório Regional de Ponta Delgada, seguindo-se o Grupo Cultural e Recreativo Domingos Rebelo, Grupo Folclórico Ilha Verde, Grupo de Cantares às Estrelas da Escola de Violas da Relva, Grupo de Cantares às Estrelas da Covoada, Grupo Folclórico de São Miguel, Grupo de Cantares dos Cursos Livres da Universidade dos Açores, Grupo Folclórico da Fajã de Baixo, Grupo Coral da Fajã de Baixo, Grupo das Feteiras, Grupo de Cantares às Estrelas de São José, prevendo-se que o evento termine cerca das 23h00.

A 2 de fevereiro, pelas 14h30, o Grupo de Idosos de São Sebastião, também se deslocará aos Paços do Concelho para Cantar às Estrelas, com um total de 20 elementos.

 

 

talholagoa1

 

Download PDF




lagoa festa estrelaDe 01 a 05 de fevereiro, a freguesia de Santa Cruz, cidade de Lagoa, celebra a tradicional festa em honra de Nossa Senhora da Estrela, integrando como habitualmente as comemorações do aniversário da Filarmónica Estrela d’Alva, que este ano celebra 130 anos.

Assim, no dia 1 de fevereiro, haverá missa, pelas 19h00, na Ermida de Nossa Senhora do Cabo, seguindo-se, pelas 20h30, a Bênção e procissão das Candeias, que sairá da Ermida de Nossa Senhora do Cabo e terá o seguinte percurso: Rua Pe. Agostinho Inácio Machado, Rua do Negrão, Rua Dr. Filomeno da Câmara, Rua D. Manuel Medeiros Guerreiro, Largo do Teatro, Rua da Praça, seguindo para a Avenida Gaspar Frutuoso e entrando na Igreja Matriz de Santa Cruz.

No dia 3 de fevereiro, sexta-feira, pelas 20h30, decorrerá o tradicional Cantar às Estrelas, na sua 9ª edição, com início no edifício Paços do Concelho, seguindo pela Rua Dr. Filomeno da Câmara, Rua D. Manuel Medeiros Guerreiro, Largo do Teatro, Rua da Praça, dirigindo-se para a Avenida Gaspar Frutuoso e terminando na Igreja Matriz de Santa Cruz.

Dia 4 de fevereiro, sábado, na Igreja Matriz, pelas 20h30 atuará o Grupo de Cantares Tradicionais de Santa Cruz, seguindo-se o concerto da Filarmónica Estrela d’Alva.

As festividades terminam dia 5 de fevereiro, domingo, com missa solene na Igreja Matriz, pelas 11h30, com a participação da filarmónica aniversariante “Estrela d’Alva”, seguindo-se, pelas 12h30, a procissão de Nossa Senhora da Estrela, que saindo da Igreja Matriz terá o seguinte percurso: Avenida Gaspar Frutuoso, Rua da Praça, Rua de Cima, Largo do Teatro, Rua D. Manuel Medeiros Guerreiro, Rua Dr. Filomeno da Câmara, Rua Pe. Duarte, Rua Pe. Agostinho Inácio Machado, culminando na Ermida de Nossa Senhora do Cabo.

Pelas 13h00 haverá um convívio comemorativo na sede do grupo aniversariante, a Filarmónica Estrela d’ Alva.

Estas celebrações são organizadas numa colaboração entre a Câmara Municipal de Lagoa, a Paróquia de Santa Cruz e a Sociedade Filarmónica Estrela d’Alva.

 

 

talholagoa1

 

 

Download PDF



6 de Janeiro de 2017


workshopO Parque Natural do Faial, no âmbito do programa Parque Aberto, dinamiza um workshop de fotografia de natureza, orientada pelos fotógrafos Paulo Henrique Silva, coordenador/autor dos conteúdos da base de dados de ambiente e conservação da natureza da Direção Regional do Ambiente – “Sentir e Interpretar o Ambiente dos Açores / SIARAM”, Valter Medeiros, fotógrafo amador e vigilante da natureza do Parque Natural do Faial e Bruno Pereira, fotógrafo amador com algumas publicações de fotografia de aves em revistas da especialidade.

Este workshop, que será ministrada na Casa dos Dabney, de 20 a 22 de janeiro, terá a duração de 12 horas de formação teórico-prática, inclui macrofotografia, fotografia em movimento e ainda alguns conceitos e programas de aperfeiçoamento em computador. 

O horário no dia 20 será das 18h00 às 20h00 e nos dias 21 e 22 das 10h00 às 12h30 e das 14h00 às 16h30.

As inscrições são limitadas até 13 de janeiro e têm um custo de 3€.

Download PDF




maestro-musicaNo âmbito das atividades agendadas pela autarquia da Praia da Vitória, para o corrente mês, terá início uma Formação de Maestros, ministrada por Antero Ávila e Miguel Moutinho.

A formação será ministrada na Academia de Juventude e das Artes da Ilha Terceira (AJAIT), tem inicio agendado para o próximo dia 14 e terminará a 27 de maio de 2017.

A iniciativa, direcionada a maestros e músicos interessados em adquirir técnicas de direção, decorrerá aos sábados, das 17h00 às 19h00 e tem um custo de 60 euros.

No que concerne às inscrições, as mesmas podem ser efetuadas através do endereço de correio eletrónico maestros.curso@gmail.com ou pelos contactos 295 545 703/968 921 070.

Download PDF



9 de Agosto de 2016


É já esta sexta-feira, 12 de agosto, que o Campo de São Francisco recebe, o Mercado Gastronómico “Sabores das Ilhas”.

Com abertura marcada para as 21h, o emblemático Campo de São Francisco vai receber sabores de todas as ilhas açorianas e onde poderão ser igualmente apreciados petiscos típicos da ilha da Madeira, numa iniciativa da Casa da Madeira.

No dia 14, marcará presença no evento o chefe António Cavaco, que preparará vários pratos típicos açorianos, o que deverá acontecer pelas 18h.

O Mercado Gastronómico “Sabores das Ilhas” decorrerá nas noites de 12, 13 e 14 de agosto e à semelhança dos eventos anteriormente realizados no Campo de São Francisco, serão disponibilizados para os mais novos os já famosos pula-pulas, as pinturas faciais, a modelagem de balões e ainda o xadrez em tamanho XL.

Download PDF



15 de Março de 2016


afaaA AFAA, Associação de Fotógrafos Amadores dos Açores, leva a efeito no próximo dia 17 de março, pelas 20H30, na Biblioteca Pública e Arquivo Regional de Ponta Delgada, uma Tertúlia Fotográfica intitulada ” Fotografia de Rua & Fotojornalismo”, pelo fotógrafo José António Rodrigues.

José António Rodrigues, natural de Lisboa, vive nos Açores, São Miguel, desde 1999.

Colaborador fotográfico da revista Visão, funções que exerceu nos Açores e em Lisboa, até Dezembro de 2008. Desde Janeiro de 2009 foi o correspondente da revista Sábado, Correio da Manhã e Record, grupo Cofina. De 1999 a 2012, foi colaborador da Agência Reuters, nos Açores. De 2008 a 2012, foi o fotógrafo na editora PUBLIÇOR, do grupo Nova Gráfica.

Em Lisboa, foi editor de fotografia do grupo Impala (1997) e repórter fotográfico dos jornais 24 horas (1998), O Independente (1990-1996) onde também exerceu funções de coordenador da secção de fotografia, e O Liberal. Foi colaborador do jornal O Século, em 1988.

Nos Açores, foi editor fotográfico do Jornal dos Açores.

Esta é uma atividade da AFAA, dirigida a sócios e público em geral.

Download PDF



23 de Fevereiro de 2016


A Gala de Beneficência da Câmara de Ponta Delgada, associada ao 23º aniversário do Comando Operacional dos Açores (COA), e cujas receitas revertem a favor da Delegação de São Miguel da Liga Portuguesa Contra o Cancro, realiza-se já esta sexta-feira, 26 de fevereiro, pelas 21h30, no Coliseu Micaelense.

No palco estarão a Banda Militar dos Açores, Banda da Armada, Banda da Força Aérea, Conservatório Regional de Ponta Delgada, Coro Sinfónico do Coral de São José e Coral Vozes ao Entardecer.

A Gala de Beneficência tem entrada gratuita, mas todos os interessados em assistir ao concerto deverão levantar o respetivo bilhete no Coliseu.

No dia da Gala, à entrada do Coliseu, estarão disponíveis recetáculos nos quais podem ser depositados os donativos que, posteriormente, serão entregues à Delegação de São Miguel da Liga Portuguesa Contra o Cancro.

Entretanto, a Câmara Municipal e o Grupo Marques já entregaram à Delegação de São Miguel da Liga Portuguesa Contra o Cancro os 5.000 euros que resultaram da campanha solidária “Ajude-nos a Ajudar”. A campanha decorreu entre 8 de dezembro de 2015 e 6 de janeiro último, numa iniciativa da Câmara de Ponta Delgada e das Lojas Solmar, do Grupo Marques.

Download PDF



18 de Março de 2015


O Museu Carlos Machado, promove, a 24 e 25 de março, em Ponta Delgada, a realização de diversas atividades que visam ocupar os tempos livres dos mais novos durante as férias escolares da Páscoa, procurando potenciar a aprendizagem de uma forma divertida. 

As atividades, coordenadas pelo Serviço Educativo do Museu, vão decorrer nos núcleos de Arte Sacra e de Santa Bárbara, tendo como tema central a Natureza, uma temática reconhecível na pluralidade das coleções que compõem o acervo da instituição. 

No dia 24 de março, realiza-se a iniciativa intitulada “A primavera chegou e algumas plantas acordou!”, baseada na coleção de Botânica, na exposição “Natureza em Diálogo” e na coleção viva de plantas do jardim de Santo André.
 
Esta iniciativa pretende dar a conhecer aos participantes alguns dos herbários históricos da coleção de História Natural do Museu Carlos Machado, bem como explorar e experimentar diferentes atividades em torno destes elementos.

No dia seguinte, através da atividade “Cocoró – piu piu”, os jovens participantes terão contato com a temática das aves, que servirão de mote a diversas iniciativas, concebidas a partir do espólio do museu.

Para informações adicionais, os interessados podem contactar Leonor Couto, no Museu Carlos Machado, pelo telefone 206 202 930.

Download PDF



16 de Março de 2015


Museu da Horta, promove a 18 e 19 de março, no Auditório da Biblioteca Pública e Arquivo Regional João José da Graça, a realização de concertos destinados ao público infantil.
 
Os concertos estão a cargo de Olga Gorobets e Marcello Guarini, que interpretarão “O Carnaval dos Animais”, de Camille Saint-Saëns.

Os espetáculos, que decorrerão em duas sessões no dia 18, às 10H00 e às 11H00, e uma sessão no dia 19, pelas 10H00, serão acompanhados com a projeção de imagens alusivas às peças e aos diferentes animais que são contemplados nesta obra.

Os grupos interessados podem fazer a inscrição por telefone e/ou para o endereço eletrónico margarida.ma.barreto@azores.gov.pt.

Download PDF



10 de Março de 2015


O Museu de Angra do Heroísmo, inaugura sábado, 14 de março, pelas 15h00, uma mostra intitulada “Vestir a Fé |Paramentos Antigos nos Açores: os exemplares da Igreja do Colégio”, que estará patente até 10 de maio, no 1.º momento da exposição “Do Mar e da Terra… uma história no Atlântico”.

Na inauguração, Maria Manuel Velasquez Ribeiro fará uma comunicação sobre a singularidade das peças de paramentaria expostas, pertencentes à Igreja do Colégio de Angra do Heroísmo, que se destacam pela sua antiguidade – finais do século XV e princípios do século XVI – e pela sua suposta manufatura inglesa.

Com esta iniciativa, realizada em parceria com a Ordem Terceira de Nossa Senhora do Carmo, o Museu de Angra do Heroísmo dá início a um novo projeto, intitulado “Museu Adentro”, que visa divulgar e potenciar as coleções e as áreas temáticas representadas no seu acervo.

No âmbito desta iniciativa, o museu organizará periodicamente mostras de peças oriundas das suas reservas ou facultadas por entidades externas que, pela sua natureza ou função, se associem às temáticas dos diferentes núcleos que compõem a exposição “Do Mar e da Terra… uma história no Atlântico”.

Com este projeto, o Museu de Angra do Heroísmo pretende continuar a chamar a comunidade em se insere, facultando formação e informação no âmbito da história, da arte, da religião e também da ciência e da técnica.

A cada uma das mostras será associada uma comunicação de um especialista ou técnico, de forma a explicitar o valor patrimonial, museológico ou afetivo das obras ou artefactos expostos.

Paralelamente, será editado um boletim em formato digital que, mediante a colaboração com diversos fotógrafos, complementará o descritivo ou comentário das peças com uma fotografia de natureza artística, de forma a valorizá-las esteticamente.

Download PDF



6 de Janeiro de 2015


A exposição “Insetos em Ordem”, que se insere no âmbito do Plano Regional de Leitura e tem por objetivo promover a literacia científica, especialmente junto do público juvenil, será inaugurada sexta-feira, 9 de janeiro, pelas 10h00, no Centro de Ciência de Angra do Heroísmo/Observatório do Ambiente dos Açores.

Esta mostra aborda a temática da biodiversidade dos insetos, tendo sido desenvolvida em 2010 no âmbito da Universidade de Lisboa pelo Centro de Biologia Ambiental, TAGIS-Centro de Conservação das Borboletas de Portugal e Museu Nacional de História Natural e da Ciência, onde esteve em exibição entre maio de 2010 e maio de 2011, tendo, desde outubro de 2012, percorrido nove cidades portuguesas.

A exposição “Insetos em Ordem”, que já recebeu cerca de 40 mil visitantes, estará patente no Centro de Ciência de Angra do Heroísmo/Observatório do Ambiente dos Açores até 4 de abril, devendo as escolas que pretendam agendar visitas de estudo contactar este Centro de Ciência através do telefone 295 217 845.

Esta exposição propõe um jogo de pista acessível a todas as idades, desafiando os visitantes a serem ‘biólogos por uma hora’.  Na entrada para esta exposição bilingue baseada em exemplares de coleções biológicas pertencentes a mais de 50 espécies de insetos, os visitantes recebem um inseto conservado em resina. 

Esta iniciativa resulta do protocolo de colaboração celebrado, em novembro de 2014, pelo Governo dos Açores, através das direções regionais da Educação e da Ciência e Tecnologia, com o programa “O Mundo na Escola”, do Ministério da Educação e Ciência. 

Através deste protocolo foi possível fazer deslocar às ilhas de S. Miguel e Terceira as exposições itinerantes “A Física no dia-a-dia na Escola” e “Insetos em Ordem”, respetivamente.

A exposição “A Física no dia-a-dia na Escola”, inaugurada a 28 de novembro, está patente até 31 de janeiro no ExpoLab, na Lagoa.

Download PDF



29 de Outubro de 2014


No âmbito das Comemorações do Centenário de Nascimento de António Dacosta, realizam-se no próximo sábado, 1 de novembro diversas iniciativas no Museu de Angra do Heroísmo, que contarão com as presenças de Miriam Dacosta e dos filhos do pintor.

O programa começa, pelas 18h00, com o lançamento do livro intitulado “António Dacosta: A Clarividência da Saudade”, da autoria da historiadora de arte Assunção Melo, cuja obra traça o itinerário artístico de Dacosta, abordando as suas principais peças como resultado de uma confluência entre a memória das ilhas e o contacto com as vanguardas, será apresentada por Álamo Oliveira.

Posteriormente, pelas 18h30, terá lugar a abertura da exposição itinerante “António Dacosta, um Pintor do Século XX”, idealizada pelo comissário Francisco Pedroso Lima, que é constituída por um conjunto de 16 painéis encapsulados que ilustram a vida e a obra de António Dacosta e são acompanhados por um conjunto de obras do pintor, representativas do seu percurso.

A exposição encontra-se estruturada em quatro momentos, denominados “Os primeiros passos: das paisagens da ilha aos primeiros retratos [1914-1935]”, “Pintor Europeu das Ilhas [1935-1947]”, “Paris: pausa, reflexão e crítica [1948-1978]” e “Regresso à Pintura [1980-1990]”, que são enriquecidos com cerca de 30 peças da autoria do poeta e pintor terceirense.

Estas peças são atualmente propriedade dos museus Regionais de Angra do Heroísmo e Carlos Machado, em Ponta Delgada, da Faculdade de Belas-Artes da Universidade de Lisboa e dos particulares Miriam Dacosta e Filhos, Maria do Carmo Sousa Lima e Herdeiros de Francisco Ernesto de Oliveira Martins. Para a sua abertura na Terceira, esta mostra incluirá ainda obras que são propriedade de Francisco Maduro-Dias e de Maria Madalena Castro Parreira.

Finalmente, pelas 19h00, será proferida uma conferência intitulada “FalARTE de DACOSTA: 1988-2014”, pelo historiador e crítico de arte José Luís Porfírio, que abordará as duas últimas grandes exposições retrospetivas de Dacosta, ocorridas no Centro de Arte Moderna – Fundação Calouste Gulbenkian, a primeira em 1988, ainda em vida do pintor, e a segunda inaugurada a 17 de outubro, com vista a assinalar o centenário do seu nascimento.

A realização destas iniciativas insere-se no programa de comemorações que a Direção Regional da Cultura e os seus Serviços Externos têm promovido desde o início deste ano para assinalar a passagem do centenário de nascimento do pintor terceirense.

Download PDF



19 de Setembro de 2014


clowncartaz

Download PDF



14 de Agosto de 2014


O Museu do Pico promove, a 26 e 27 de agosto, pelas 21h30, no Museu dos Baleeiros, em parceria com a Câmara Municipal das Lajes do Pico, a apresentação das obras “Laurence Olivier”, da autoria de Francisco Cota Fagundes, e “Sabores das Ilhas”, do chefe António Cavaco.

Francisco Cota Fagundes, professor do Departamento de Línguas, Literaturas e Culturas — Espanhol e Português, na Universidade de Massachusetts, Amherst, nos EUA, é natural da freguesia da Agualva, na ilha Terceira, tendo-se destacado na promoção e  difusão da Língua Portuguesa e da Literatura Açoriana, particularmente na diáspora.

António Cavaco, conceituado chefe micaelense e Confrade Mor dos Gastrónomos dos Açores, foi autor do programa televisivo “Sabores das Ilhas”, emitido pela RTP Açores entre outubro de 2011 e maio de 2012. 

A obra que agora apresenta tem como ponto de partida essa série de programas, incluindo 496 páginas ilustradas e apontamentos gastronómicos e histórico-etnográficos sobre lugares e produtos das nove ilhas dos Açores.

Download PDF



12 de Agosto de 2014


museu-pico-lajesO Museu do Pico inaugura a 19 de agosto, pelas 21h30, na Galeria do Museu dos Baleeiros, nas Lajes do Pico, uma exposição biográfica e documental intitulada “Mestre João Silveira Tavares – Homenagem ao construtor picoense de botes baleeiros açorianos”.

Esta mostra pretende dar a conhecer um dos grandes carpinteiros navais de botes baleeiros dos Açores, através de um conjunto de painéis sobre a vida e obra do Mestre João Silveira Tavares, marcada por uma intensa atividade, tanto a nível nacional como internacional.

A exposição, que estará patente até 28 de setembro, permite também ao Museu do Pico divulgar e afirmar a cultura baleeira, enquanto conjunto de saberes, técnicas, processos, métodos e materiais, no domínio do Património Cultural Imaterial.

Download PDF




O Museu Francisco de Lacerda inaugura hoje, 12 de agosto, a exposição “Máscaras Cerâmicas”, da autoria de António Pedroso.
 
Esta mostra estará patente até 30 de setembro na Sala de Exposições Temporárias do Museu Francisco de Lacerda, na Calheta, em São Jorge.
 As máscaras foram utilizadas ao longo da história com os fins mais distintos, de acordo com a cultura e a religiosidade do povo que as adotava, permitindo geralmente o acesso a universos regidos pela imaginação ou a dimensões espirituais invisíveis.
 
Os contadores de histórias usavam máscaras para dar mais vida às suas narrativas e, em muitas civilizações, elas desempenhavam um papel espiritual, como instrumentos principais em rituais sagrados.
 
A exposição patente no Museu Francisco de Lacerda reflete vários temas da ilha de São Jorge, desde a mítica Atlântida, passando pela flora, património arquitetónico, mar e tradições, sendo todas as máscaras confecionadas de forma artesanal, o que as torna peças de arte únicas.

Download PDF



9 de Agosto de 2014


O Museu de Santa Maria, tem patente ao público a exposição de fotografia intitulada “O Espírito nas Ilhas”, da autoria de Valter Vinagre, numa parceria com o Museu de Angra do Heroísmo.

Esta exposição, que pode ser visitada até 30 de agosto, tem como tema central o Espírito Santo, um dos fenómenos mais importantes da História portuguesa no domínio cultural e das mentalidades.

As festas em honra do Divino Espírito Santo traçam no arquipélago dos Açores uma forte marca identitária, mercê dos constrangimentos que os primeiros povoadores encontraram num território vasto e disperso, sujeito a manifestações naturais, que, até à sua chegada, lhes eram desconhecidas, nomeadamente a sismicidade e o vulcanismo. 

O Espírito Santo assume-se assim como uma forma de proteção nessa época, acabando também por se tornar num ato de caridade que era feito por quem, em momentos de aflição, se socorria do Espírito Santo para acalmar as suas ânsias e medos.

A década de 60 do século XX foi um bom exemplo dessa situação, numa altura em que, com o decorrer da Guerra Colonial, muitos rogaram ao Espírito Santo a proteção para quem lutava.

Valter Vinagre percorreu o arquipélago, registando com uma objetividade rara este fenómeno, diversificado de ilha para ilha, mas constituindo-se sempre como o maior símbolo de religiosidade do povo Açoriano.

Download PDF



17 de Julho de 2014


A Biblioteca Pública e Arquivo Regional João José da Graça, na Horta, promove na próxima sexta-feira, dia 18, no Auditório da Biblioteca, a apresentação do vídeo-documentário “Iansã cadê Ogum?”, da autoria de Kurt Fallnbügl.

Este vídeo-documentário, que será exibido a partir das 21h00 e tem por título o nome da canção interpretada pela cantora brasileira Clara Nunes, é constituído por duas partes.

Na primeira parte, Kurt Fallnbugl revela-nos a cidade de S. Salvador da Bahia na época do Natal e, na segunda, presta uma homenagem a João Ubaldo Ribeiro, um dos grandes escritores brasileiros contemporâneos. 

“Iansâ cadê Ogum?” mostra, acima de tudo mostra a alegria vibrante do povo brasileiro, apesar das dificuldades que tem de enfrentar todos os dias. 

Para mais informações os interessados poderão contatar a Biblioteca Pública e Arquivo Regional João José da Graça, através do endereço eletrónico bpar.horta.info@azores.gov.pt ou pelo telefone 292 202 550.

Download PDF



Diretor / Editor – Sissa Madruga
Sede Redação e edição – Rua do Cemiterio, nº16, Livramento-9500 615 Ponta Delgada
Email - acores24@gmail.com
Telm - +(351) 913290915

Entidade Reguladora para a Comunicação Social (ERC) - Registo nº 126316
Estatuto EditorialAçores 24Horas © 2013
Propriedade Fabio Celio Ribeiro - NIF 214139336