Alemanha levanta proibição de transportes aéreos a Portugal e considera os Açores “zona livre de risco”

A Alemanha retirou hoje Portugal da lista de “países com elevada incidência de mutações do coronavírus, indica uma nota do Ministério dos Negócios Estrangeiros português na rede social Twitter.

A mudança de estatuto, começa a vigorar a partir do próximo domingo, com as autoridades alemãs a considerar “zonas livres de risco” o arquipélago dos Açores e as regiões do Alentejo, Centro e Norte de Portugal.

O anúncio da decisão de Berlim surgiu pouco depois das declarações feitas pelo ministro da Administração Interna português, Eduardo Cabrita, que defendeu que “não há qualquer justificação” para as restrições que a Alemanha impõe aos passageiros provenientes de Portugal devido à pandemia de covid-19.

“Portugal está manifestamente esta semana com resultados que são mais positivos ainda do que aqueles que tínhamos há uma semana, e, portanto, não há nenhuma justificação para essa restrição”, sublinhou então Eduardo Cabrita numa conferência de imprensa após o conselho informal dos ministros de Administração Interna da UE, presidido pelo próprio a partir de Lisboa.

Desde 30 de janeiro, a Alemanha tem proibido a entrada a passageiros oriundos de Portugal, por constar numa lista em que também estão incluídos países como a Eslováquia ou a região austríaca de Tirol, e que engloba as chamadas “zonas com variantes de covid-19″.

Segundo o portal na Internet da agência aérea alemã Lufthansa, só os indivíduos com a nacionalidade alemã ou com um cartão de residência no país podem entrar na Alemanha, caso viagem de uma destas zonas.

“Já as regiões da Madeira, Lisboa e Vale do Tejo e Algarve passam a ser classificadas como ‘de risco’. Quem, com origem nestas regiões, viajar para a Alemanha, terá de apresentar prova de um teste negativo ao coronavírus durante as primeiras 48 horas após a entrada em território alemão e cumprir quarentena, nos termos próprios do Regulamento de cada Land. Estas exigências não se aplicam a quem, em proveniência daquelas regiões, apenas transite pela Alemanha, com destino a outro país”, refere o MNE.

 

Açores 24Horas c/ LUSA

Pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here