Autarcas do PS criam “guerrilha partidária sem sentido”

0
160

francisco_alvares_Os Autarcas Social-Democratas (ASD) consideraram hoje que os autarcas socialistas “continuam apostados em alimentar uma guerrilha partidária sem sentido” em torno da actuação da presidente da Associação de Municípios dos Açores (AMRAA), Berta Cabral.

 

“Os autarcas socialistas continuam apostados em partidarizar a actuação da AMRAA. Pelo contrário, os ASD recusam-se a confundir os interesses meramente partidários com o superior interesse das populações que servimos”, afirmou o coordenador dos ASD, Francisco Álvares, em conferência de imprensa.

 

O autarca social-democrata, acompanhado por José Carlos Carreiro, também dirigente dos ASD, comentava as críticas dos autarcas do PS ao parecer da AMRAA à anteproposta de Plano para 2009, que apontou uma redução nas verbas para as ilhas de Santa Maria, Graciosa, São Jorge e Flores.

 

Francisco Álvares referiu que a AMRAA, ao denunciar este facto, cumpriu a sua “obrigação” em defesa dos municípios das quatro ilhas, “que são geridos pelo PSD e pelo PS”.

 

“Os autarcas socialistas reagiram agora, partidariamente, com base no que parece ser uma nova versão do Plano para 2009, garantindo que, afinal, aquelas dotações não serão reduzidas. Se de facto agora assim é, resta-nos congratular com o que parece ser uma versão corrigida e melhorada do Plano, em resultado da posição pública que foi, entretanto, assumida pela AMRAA”, sublinhou.

 

O coordenador dos ASD acrescentou que o PS, com estas críticas, revela “nervosismo” com a actuação da presidente da AMRAA e líder do PSD/Açores, Berta Cabral.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here