“Recordando Veríssimo Borges”, por José Andrade Melo

0
253

“Quando se educa crianças, não queremos só mostrar-lhes que um tigre ou um touro  tem pêlo e quatro patas. Esperamos passar-lhes valores de integridade, respeito ambiental e consideração pelo sofrimento alheio”.
 
Leonor Galhardo, bióloga, PÚBLICO, 25-05-2009

 

 

RECORDANDO O AMIGO E O DESTACADO AMBIENTALISTA VERÍSSIMO BORGES

 

“À SUA MEMÓRIA COM GRATIDÃO E CARINHO”

 

 Decorreram três anos da morte do amigo e destacado ambientalista dos Açores Veríssimo Borges, falecido no dia 8 de Outubro de 2008.

 Relembro com carinho e gratidão o Veríssimo Borges, nos vários encontros de Educação Ambiental, seminários e palestras em que estivemos juntos, assim como nas grandes conversas que tivemos no seu escritório do Hotel Gaivota, colocando-me sempre a par das lutas que tinha em mãos e disponibilizando sempre a melhor atenção e bons conselhos para as questões que levava de Santa Maria.

 Através dele conheci figuras ligadas a várias áreas do ambiente, entre as quais o Eng.ro Luís Monteiro, o “pai” da conhecida Campanha SOS-Cagarro, que decorre nesta data. 

O desaparecimento de Veríssimo Borges foi uma grande perda para o ativismo ambiental nos Açores, pois foi, indubitavelmente, uma figura ímpar e muito marcante na defesa do ambiente da nossa Região, constituindo, sem dúvida, uma referência histórica e uma das “autoridades” que reconheço nesta nobre causa cívica e social. 

Veríssimo Freitas Silva Borges, biólogo de formação, pertenceu ao movimento SOS-Lagoas e foi o fundador do Núcleo da Quercus de S.Miguel, tendo sido a personalização inconfundível daquela ONGA, praticamente até ao seu falecimento. 

Tive o privilégio de acompanhar algumas das batalhas ambientais que travou, revelando-se um lutador íntegro, isento, frontal, coerente e bem apetrechado argumentativamente nas suas intervenções. Era persuasivo, concludente e possuidor de uma grande capacidade de sensibilização, tendo-me transmitido grandes ensinamentos e referências de balizamento importantes. 

Para além da defesa das lagoas, pugnou abnegadamente pela implementação de um sistema sustentável de recolha, tratamento e valorização dos resíduos nos Açores, apostado na priorização da “redução” e “reciclagem”. Lutou, ainda, por um saneamento básico, com exigência de tratamento e estancagem de esgotos sobre o litoral, pela demarcação e ordenamento de áreas protegidas, em defesa dos recursos marinhos, contra a erosão provocada pela extração de leivas, pela elaboração dos POOC´s e pela criação de uma Secretaria Regional do Ambiente descompartimentada de outros setores, entre outras frentes. 

O grande amigo Veríssimo, pessoa humilde, espirituosa e de grande graça nos convívios e reuniões de trabalho, distinguiu-se não só pelas suas qualidades humanas, mas também como um verdadeiro “motor” da causa ambientalista na Região, tendo sido uma das suas figuras mais ativas, corajosas e mediáticas que conheci.

 Tinha uma postura transversal ao movimento ambientalista, e na defesa do “ecumenismo associativo”, foi o promotor dos Encontros Regionais das ONGAS dos Açores, tendo o CADEP-CN, participado em todos eles, resultando a consertação de algumas lutas comuns, para além de importantes trocas de experiências.

Profissionalmente, Veríssimo Borges era empresário hoteleiro, sendo um grande defensor do turismo sustentável e politicamente estava ligado, como independente, ao Bloco de Esquerda.

Deixa ainda um vasto legado na imprensa regional, de quem foi colaborador assíduo, tendo nesta abordado as mais diversas matérias, em particular as ligadas ao ambiente e, mais recentemente, à política.

Era casado com a simpática Eduarda Bulhão, ainda de costela mariense, que muitas vezes o acompanhava nos encontros ambientais, estando ao seu lado nas lutas que travava.

 Se aprofundei o meu gosto pelo naturalismo, através do Sr. Pombo, foi referenciado no Veríssimo Borges e no Teófilo de Braga (outro grande amigo e figura histórica e incontornável do ambientalismo nos Açores) que me impulsionei no ativismo ambiental, colhendo influências, estímulos e conselhos, bebidos da mitigação dos seus “estilos” diferentes.

 

BEM HAJAS VERÍSSIMO BORGES.

TE RECORDAMOS COM CARINHO E GRATIDÃO.

 

*José Andrade Melo

  CADEP-CN, Sta Maria

 

Download PDF

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here