Quase 38% das gravidezes ocorridas em 2013 não foram planeadas

0
410

Qgravidez-abortouase 38% das 220 gravidezes notificadas em 2013 pela Rede de Médicos-Sentinela não foram planeadas, um número que aumenta para 70% nas grávidas com idades entre os 15 e os 24 anos, revela um relatório desta rede.

O número de gravidezes caiu de 224, em 2012, para 220, no ano passado, sendo a idade mediana das grávidas de 31 anos, a idade mínima de 15 e a máxima de 43 anos, adianta o relatório dos Médicos-Sentinela, uma rede constituída por médicos de família que exercem funções nos centros de saúde de Portugal.

O relatório, publicado no site do Instituto Nacional de Saúde Dr. Ricardo Jorge (INSA), salienta “o aumento da proporção de gravidezes planeadas” em 2013, face ao ano anterior, e a redução da taxa de incidência de gravidez na população sob observação da rede, “o que está de acordo com a tendência decrescente da taxa de natalidade em Portugal”.

 

Lusa

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here