Teatro Micaelense anuncia programação para o 1º quadrimestre de 2017

0
209

teatro-micaelenseO Presidente do Conselho de Administração do Teatro Micaelense, Alexandre Pascoal, desvendou hoje, em conferência de imprensa, os espetáculos que compõem a programação dos meses de janeiro a abril de 2017. 

O primeiro mês do ano marca o regresso de Noiserv ao palco do Teatro Micaelense – no dia 28, o homem-orquestra dá a conhecer o novo trabalho, “00:00:00:00”. Também em Janeiro, no dia 6, Luís Gil Bettencourt apresenta “Viola de Dois Corações”, o álbum instrumental, no qual o músico explora a sonoridade do instrumento açoriano. No dia 7,  os alunos do Conservatório Regional de Ponta Delgada, sob a direção do maestro Javier Castro, interpretam “O Gato das Botas”, o conto musicado do compositor Vasco Negreiros, no concerto que encerra o estágio de coro e orquestra sinfónica, que decorre entre 3 e 7 de janeiro no Teatro Micaelense. No dia 21, há Noite de Cineclube, com a exibição da longa-metragem “Cinzento e Negro”, de Luís Filipe Rocha, numa sessão que conta com a presença do realizador. As Leituras Dramatizadas regressam a 25 de janeiro, com a obra “Al Pantalone”, de Mário Botequilha, um espetáculo clássico de commedia dell’arte, sobre o momento histórico atual de Portugal e do mundo, numa parceria com o Instituto Cultural de Ponta Delgada, a editora Companhia da Ilhas e com a coordenação deEleonora Marino Duarte. 

 

Em fevereiro, o Consulado Honorário da Suécia promove, em parceria com oTeatro Micaelense e o 9500 Cineclube, uma mostra de cinema sueco contemporâneo; no dia 3, é exibido “O Centenário Que Fugiu Pela Janela”, deFelix Herngren, e, no dia 4, o documentário “Bergman Invadido”, sobre a vida deIngmar Bergman. A 11 de fevereiro, o ator Ivo Alexandre interpreta “Adalberto Silva Silva”, um monólogo escrito por Jacinto Lucas Pires, uma comédia para” rir a sério”, que pretende ser um “telejornal da alma”. No dia 18, Ana Paula Andrade interpreta algumas das peças que tem composto ao longo da sua carreira musical. A encerrar a programação do mês, no dia 25, sábado de Carnaval, o Teatro promove mais uma edição do já tradicional Baile de Máscaras. 

 

O cinema regressa em força no mês de março: no dia 4, à tarde, realiza-se a oficina de brinquedos óticos “O Cinema, A Grande Ilusão”, criada e orientada porVítor Silva, e, à noite, Leonor Sampaio apresenta o Filme da Sua Vida: “Coração de Cão”, de  Laurie Anderson; no dia 30, com repetição a 31 para o público escolar, é exibido o documentário “No escuro do cinema descalço os sapatos”, de Cláudia Varejão, realizado no âmbito do 40º aniversário da Companhia Nacional de Bailado. É também em março que Rodrigo Leão e Scott Matthew trazem “Life Is Long” (dia 10) e que o pianista João Bernardo se apresenta com o seu trio de jazz (dia 18), com Francisco Brito, no contrabaixo, e Pedro Felgar, na bateria. No dia 25, João Malaquias, Margarida Benevides, Henrique Santos e Joana Matos interpretam “Sala de Embarque”, uma peça da autoria de Fernando Nunes e, no dia 27, em comemoração do Dia Mundial do Teatro, realiza-se uma edição especial das Leituras Dramatizadas, com a obra “Peça romântica para um teatro fechado”, de Tiago Rodrigues. Durante esse dia, serão também realizadas leituras com a participação do público escolar.

 

Em Abril, no dia 1, António Zambujo canta Chico Buarque, no concerto de apresentação de “Até Pensei Que Fosse Minha”. A 15, Emanuel Cabral eMário Moniz orientam o “Laboratório Electroacústico de Experimentação Sonora”, uma atividade para toda a família. Através desta visita interativa pelos espaços do Teatro Micaelense, os participantes serão desafiados a percorrer um conjunto de instalações sonoras que são um convite à imaginação. Nos dias 21 e 22, a Companhia Nacional de Bailado, no âmbito das comemorações do seu 40º aniversário,  apresenta um programa de reportório, onde se reúnem alguns dos coreógrafos que mais marcaram a História da Dança:  Balanchine, Keersmaeker, Forsythe e Van Manen. Em comemoração do Dia Mundial da Dança, a 29 de Abril, o coreógrafo Luís Guerra apresenta a sua nova criação “A Tundra”,  resultado de uma encomenda da Rede 5 Sentidos.

 

Paralelamente, o Serviço Educativo do Teatro Micaelense promove “Sábados no Teatro”, um conjunto de iniciativas destinadas aos mais novos. Marta Cruzorienta as oficinas “Descobrir a Música” (14 de janeiro), “O Lugar dos Fantoches” (11 fevereiro) e “Lonas para a rua” (18 de março), enquanto Maria João Gouveiaorienta a oficina “Vem dançar…Vem Conhecer o Teu Corpo” (29 de abril).

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here