Donald Trump diz a líder norte-coreano que “tem de se portar bem”

0
410

coreia usaO Presidente norte-americano, Donald Trump, advertiu hoje o líder norte-coreano de que “tem de se portar bem”, enquanto o vice-Presidente dos EUA avisou, na Coreia do Sul, que “terminou a era da paciência estratégica”.

Prosseguindo com a troca de ameaças dos últimos dias, o vice-embaixador norte-coreano junto das Nações Unidas acusou os Estados Unidos de transformarem a península coreana no “ponto mais quente do mundo” e de criar uma “situação perigosa em que uma guerra termonuclear pode rebentar a qualquer momento”.

A visita do vice-Presidente norte-americano à tensa Zona Desmilitarizada Coreana, que separa as Coreias do Norte e do Sul, marca o início de uma visita de dez dias de Mike Pence à Ásia, e pretende vincar a posição dos Estados Unidos.

Na deslocação à zona, Mike Pence fitou os soldados norte-coreanos de frente, através de uma fronteira marcada por arame farpado.

Enquanto Pence recebia informações dos militares perto da linha de demarcação, dois soldados norte-coreanos observavam-no, a uma curta distância, enquanto um deles tirava várias fotografias ao político norte-americano.

Pence disse aos jornalistas que o Presidente Donald Trump tem esperança que a China utilize a sua influência para pressionar o Norte a abandonar o programa de armamento, um dia depois de Pyongyang ter falhado uma tentativa de lançar um míssil.

No entanto, o vice-Presidente norte-americano demonstrou impaciência face à resistência do regime liderado por Kim Jong-Un para abandonar as armas nucleares e mísseis balísticos.

Recordando que já passaram 25 anos desde que Washington confrontou, pela primeira vez, a Coreia do Norte sobre as suas tentativas para construir armas nucleares, Pence comentou que se seguiu um período de paciência.

“Mas a era da paciência estratégica acabou”, declarou.

“O Presidente Trump deixou claro que a paciência dos Estados Unidos e dos nossos aliados nesta região se esgotou e nós queremos ver mudanças. Queremos ver a Coreia do Norte a abandonar o seu percurso imprudente no que toca às armas nucleares. Além disso, o seu uso contínuo e testes de mísseis balísticos é inaceitável”, afirmou.

O próprio Presidente norte-americano reforçou a mesma mensagem, na Casa Branca.

Quando questionado por um jornalista da CNN sobre que mensagem tem para Kim Jong-Un, Trump respondeu: “Tem de se portar bem”.

 

 

Lusa

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here