Investigadora da UC vence prémio mundial de fotografia de sensibilização ambiental

0
2473
Foto -Ana Filipa Bessa

Filipa Bessa, investigadora do MARE (Centro de Ciências do Mar e do Ambiente) da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC), venceu o concurso mundial de fotografia da Campanha CleanSeas, na categoria macro, promovida pelo Programa das Nações Unidas para o Meio Ambiente (UN Environment), uma iniciativa que visa promover a sensibilização para a problemática do lixo marinho e dos plásticos nos oceanos, através de várias iniciativas (em vários idiomas), como ações de sensibilização, programas de educação ambiental, cursos online e concursos mundiais, “sendo a fotografia um veículo adicional para a sensibilização desta temática que é um dos tópicos prioritários das Nações Unidas”.

A fotografia vencedora, intitulada “SeaPlasticSalt”, pretende alertar para a contaminação por microplásticos (fibras sintéticas) de todos os recursos aquáticos e foi produzida no âmbito do projeto de pós-doutoramento que a investigadora está a realizar no MARE sobre a ocorrência de microplásticos nos ambientes marinhos e costeiros e os seus efeitos no biota, onde irá ” avaliar a presença de microplásticos nos habitats costeiros (águas e sedimentos do estuário do Mondego, praias) e os seus efeitos em espécies aquáticas”, adiantou a investigadora.

Sobre o prémio, Filipa Bessa afirma que «enquanto investigadora na área da avaliação da contaminação por plásticos dos recursos aquáticos, pretendo de forma ativa sensibilizar e envolver os vários atores da sociedade na mudança de comportamentos que viabilize a redução da emissão de plásticos nos nossos oceanos». Por isso, o galardão agora obtido «permitiu-me participar num encontro mundial sobre esta temática, integrar ativamente as iniciativas mundiais e contribuir para que a Campanha CleanSeas se estabeleça em Portugal.»

Além de ter permitido a participação da investigadora na 6ª conferência internacional de lixo marinho (com viagem, estadia e inscrição pagas), que decorreu em San Diego (6IMDC), Estados Unidos da América, o prémio traduz-se também na possibilidade de Filipa Bessa «integrar o Grupo Mundial da Campanha CleanSeas e participar nas discussões de trabalho, de modo a criar sinergias entre investigadores e instituições nacionais que promovam a investigação e integração de entidades interessadas na busca de soluções para a problemática em questão.

A fotografia vencedora irá integrar várias iniciativas e exposições temáticas da Campanha CleanSeas.

 

 

Açores 24Horas / NI

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here