Quinta-feira, Dezembro 13, 2018
Inicio Notícias Vasco Cordeiro eleito para terceiro mandato como presidente da CRPM

Vasco Cordeiro eleito para terceiro mandato como presidente da CRPM

0
320
O chefe do Governo dos Açores, Vasco Cordeiro, foi reeleito, por unanimidade e aclamação, para um terceiro mandato como presidente da Conferência das Regiões Periféricas e Marítimas da Europa (CRPM).

“O dr. Vasco Cordeiro foi o único que apresentou a candidatura e, nos termos dos estatutos, qualquer um que tivesse interesse devia entregar a sua intenção até 18 de agosto”, disse hoje à agência Lusa o diretor regional dos Assuntos Europeus da Madeira, envolvido na organização logística da 46.ª Assembleia Geral desta organização que decorre no Funchal até sábado.

Vasco Cordeiro assumiu pela primeira vez a presidência da CRPM em 2014 e foi eleito na Madeira para um terceiro mandato.

Com esta reeleição foram também indicados os novos vice-presidentes da CRPM, que acompanharão Vasco Cordeiro na execução do seu terceiro mandato, oriundos de regiões da Noruega, Grécia, Suécia, Holanda, Itália e Roménia, assim como foi definida a nova composição do órgão de direção política da organização, informou o seu gabinete

A CRPM é uma organização representativa de cerca de 150 regiões europeias, congregando um total de 200 milhões de habitantes.

O seu objetivo é defender os interesses dos seus membros junto de instituições nacionais e europeias, visando a promoção da coesão económica, social e territorial e do poder regional na Europa, bem como do reforço da dimensão periférica e marítima da Europa.

O CRPM tem vindo a desenvolver uma política de influência junto das instituições comunitárias, com particular incidência para as Políticas de Coesão, Política Marítima Integrada, Política de Transportes e Estratégias MacroRegionais.

Uma das principais preocupações atualmente são os “cortes” previstos na proposta do próximo quadro financeiro plurianual, que, no entender de Vasco Cordeiro, fica “aquém da ambição” necessária face ao atual contexto de saída da crise económica e financeira.

O responsável defendeu ser preciso um “acordo ambicioso” nesta matéria antes das eleições europeias.

A reunião da CRPM, que decorre desde quinta-feira no Funchal, reúne mais de duas centenas de delegados, incluindo presidentes de regiões, políticos eleitos de regiões de toda a Europa e representantes das instituições da UE, representando cerca de 160 regiões de 25 estados e alguns países limítrofes.

 

Lusa / Foto de Arquivo

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here