PS/Açores reúne na Ilha Terceira com jornadas dedicadas ao tema “acessibilidades”

0
116

As intervenções no Porto de Pipas, no Porto da Praia da Vitória, no Terminal de Cargas e na Certificação do Aeroporto das Lajes foram alguns dos investimentos realçados pelo deputado Francisco Coelho, no encerramento das Jornadas Parlamentares que os Deputados do PS/Açores realizaram, na Ilha Terceira, dedicadas ao tema das acessibilidades, “que são absolutamente vitais para as nossas ilhas, para as pessoas, para as empresas, para a economia”, e que segundo o socialista, resulta do acompanhamento que os deputados socialistas eleitos pela ilha Terceira têm feito dos problemas que existiam – “acompanhamento crítico, mas construtivo” – e que estão agora a ser solucionados, disse.

Em relação ao Porto de Pipas, cujas obras vão avançar até ao final do ano, Francisco Coelho destacou a importância da intervenção que inclui uma rampa ro-ro e a ampliação de um dos cais, permitindo a atracagem de duas embarcações em simultâneo, o que representa mais um contributo para promover o chamado turismo de “Cruzeiros Temáticos”.

No caso dos transportes aéreos, Francisco Coelho referiu a importância da obra do novo Terminal de Cargas, orçada em cerca de 4 Milhões de Euros, que facilitará a movimentação no Aeroporto das Lajes. Quanto à certificação civil desse aeroporto, defendeu que o processo não pode ser desvalorizado, como se estivesse em causa apenas “um diploma ou um título de nobreza”.

Francisco Coelho assegura que a certificação civil vai fazer uma diferença importante, quer pela “transparência” e “precisão” que garante às operadoras aéreas que pretendam voar para a Terceira, quer pela passagem para a “competência exclusiva da Região Autónoma dos Açores” dos voos civis regulares com destino à placa civil, garantindo a “desburocratização” dos processos, que antes dependiam da autorização de duas entidades.

Ainda sobre este processo, o parlamentar recordou que foi na Cimeira entre os Governos socialista da República e dos Açores, realizado “em abril de 2017, aqui em Angra do Heroísmo, que o Primeiro-Ministro anunciou quer os voos da Ryanair para a ilha Terceira – que começaram em dezembro seguinte -, quer este processo de certificação”.

Ainda no âmbito das Jornadas Parlamentares do PS/Açores, e à margem de uma visita ao porto da Praia da Vitória e de uma reunião com a Portos dos Açores, a deputada Mónica Rocha declarou que “a visita serviu para mais uma vez, comprovar o potencial que esta estrutura apresenta, como hub logístico e como corredor transatlântico que, na conjugação estratégica das suas valências, leva à maximização e potenciação da mesma em prol da economia da ilha Terceira, em prol da sociedade terceirense”.

Para a parlamentar, o Porto da Praia da Vitória “é um corredor transatlântico que consegue rentabilizar diversas rotas e consegue servir a exportação e importação de cargas para diferentes pontos a nível regional, nacional e internacional”, reforçando que “esta posição geoestratégica deve ser capitalizada a favor da ilha”.

A deputada lembrou que “este é um porto que também pretende afirmar-se como instrumento e incentivo do turismo através do fluxo de navios de cruzeiro”. “Queremos aumentar e reforçar a capacidade de receber mais turismo, mais income para a nossa ilha e, com isso, fomentar todas as empresas e toda a vertente económica que lhe está associada”, disse.

Durante as jornadas, que decorreram desde dia 28 de janeiro, os deputados do Grupo Parlamentar do PS/Açores visitaram várias obras em vias terrestres e reuniram com empresários ligados ao setor da exportação e a projetos de conhecimento científico e tecnologias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here