Governo faz levantamento no terreno dos estragos provocados pelo mau tempo na ilha Terceira

0
287

Os Diretores Regionais da Habitação, das Obras Públicas e Comunicações e do Ambiente visitaram hoje as freguesias do concelho de Angra do Heroísmo, na ilha Terceira, que foram mais fustigadas pelo mau tempo registado no domingo.

Esta visita às freguesias da zona oeste da ilha teve o intuito de analisar ‘in loco’ os prejuízos registados, assim como verificar a necessidade de proceder a intervenções mais profundas para a prevenção de futuras ocorrências.

Relativamente à habitação, para além dos quatro casos já sinalizados, o Diretor Regional identificou mais algumas situações de moradias com prejuízos registados devido ao mau tempo.

“Vamos agora fazer uma vistoria destes novos casos e continuar a acompanhar os sinalizados anteriormente, de modo a podermos identificar mais concretamente os prejuízos e os valores dos mesmos”, afirmou Orlando Goulart.

O Diretor Regional acrescentou que serão disponibilizadas ajudas a todas as pessoas afetadas, enquadrando-as nos apoios que a Direção Regional da Habitação tem ao dispor da população.

No caso das Obras Públicas e Comunicações, foram identificados, pelo menos, dois casos a merecer intervenção, nomeadamente nas freguesias de Santa Bárbara e das Cinco Ribeiras.

“Os Serviços da Secretaria Regional dos Transportes e Obras Públicas irão agora desencadear os projetos para aumento da capacidade de escoamento nas passagens hidráulicas onde se verificou não serem suficientes no escoamento a montante da via viária”, disse Frederico Sousa.

O Diretor Regional adiantou que todas as restantes situações, relacionadas com a limpeza de estradas ou condicionamentos de trânsito e circulação na rede viária regional estão ultrapassadas, havendo, contudo, “a necessidade de fazer intervenções para prever futuras ocorrências”.

Por sua vez, a Direção Regional do Ambiente pretende concluir nos próximos dias “o levantamento exaustivo das situações ocorridas na rede hidrográfica, de forma a articular com as diversas entidades responsáveis as intervenções necessárias para repor a normalidade e prevenir ocorrências futuras”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here