RED BULL CLIFF | Gary Hunt e Rhiannan Iffland vencem e reforçam a liderança nos Açores

0
Foto Vitor Correia

Depois de um dia de pausa, o Red Bull Cliff Diving World Series recuperou o ritmo da competição com três rondas disputadas este sábado, nas paisagens intocadas do ilhéu de Vila Franca do Campo – uma diretamente das rochas e duas das plataformas de 21 e 27 metros (senhoras e homens, respetivamente).

Com condições desafiantes para os 24 atletas de 14 países, sobretudo devido ao vento e à ondulação, a jornada acabou por confirmar o excelente momento de forma de duas das referências maiores da modalidade.

O britânico Gary Hunt, de 35 anos, alcançou aqui a sua quarta vitória em oito edições – reforçando a liderança no circuito mundial de saltos para a água de grande altura: “Esta foi sem dúvida uma das etapas mais emocionantes em que participei! Saltar nos Açores é uma experiência única, com elevado grau de dificuldade – o que não favorece os estreantes. Quando aqui saltei pela primeira vez senti isso, mas agora já tenho outra confiança e o resultado de hoje prova isso mesmo”. Em masculinos, destaque também para a prestação do mexicano Jonathan Paredes, que conseguiu um recorde – seis notas dez, o que corresponde a uma avaliação perfeita.

Foto Vitor Correia

Em femininos, a australiana Rhiannan Iffland fez história ao ser a primeira mulher a conquistar quatro vitórias consecutivas, dando também assim mais um passo no sentido da conquista do seu quarto título mundial: “Sem dúvida que saltar aqui nos Açores é algo extremamente desafiante para todos nós e ao mesmo tempo muito motivador. Ainda não me sinto uma lenda deste desporto, mas estou orgulhosa da minha prestação”.

O Red Bull Cliff Diving World Series regressa ao Ilhéu de Vila Franca do Campo em Setembro de 2020.

 

Fotos – Vitor Correia / Texto – Redbull Press

Pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here