Semana do Mar enfrenta novos desafios e reinventa-se

0
138

“Este ano a Semana do Mar enfrentou novos desafios e deu provas de que está viva e é capaz de reinventar-se” afirmou José Leonardo Silva, Presidente da Câmara Municipal da Horta, na abertura oficial da 44.ª edição da Semana do Mar, que se realizou este domingo, na cidade da Horta.

Na ocasião, o autarca relembrou que “a Semana do Mar é a referência das festas de Verão que se realizam nos Açores e que ela tem não só o mérito de saber crescer com outros eventos do género, mas sobretudo de “reinventar-se a si própria e de ser exemplo para outras festas que se realizam no nosso concelho e para além dele”.

A título de exemplo, o Presidente da Câmara destacou, por um lado, o facto de esta ser a primeira festa dos Açores a erradicar os plásticos de utilização única em todo o recinto da festa e, por outro lado, de saber encontrar alternativas que favoreçam a criação de novos espaços de convívio. Isso mesmo aconteceu com a deslocalização do Palco do Infante para o centro da festa, para que, “no próximo ano, possamos voltar a estar, novamente, na nossa Praça, mais moderna e renovada, mais convidativa e apta às suas múltiplas funções”.

Mas, para José Leonardo Silva, não se ficam por aqui as áreas em que a Semana do Mar tem sabido crescer.” O seu dinamismo hoje é de tal ordem que a Semana do Mar é, também, a primeira organização do género a juntar o bem-estar à segurança dos seus visitantes”.

Este ano temos, pela primeira vez, um Plano de Segurança e Evacuação, articulado pelo Serviço Municipal de Proteção Civil em conjunto com as forças de segurança do concelho, em condições de atuar, em caso de necessidade, no socorro aos festivaleiros, orientando, por outro lado, quem vem de fora”, acrescentou.

Referindo-se, por outro lado, às oportunidades de negócio que este evento garante, José Leonardo Silva garantiu que,” para a Câmara Municipal, a Semana do Mar não é uma despesa mas sim um investimento a pensar nas nossas empresas e nos nossos empresários dos vários setores de atividade.”

“Estamos num momento importante marcado por um maior investimento, sobretudo no Turismo, que não nos deve fazer descansar. Muito pelo contrário”, disse o edil, valorizando o anúncio da adjudicação do projeto Revive à empresa Lux Mundi, que explora hotéis em Lisboa, Porto, Évora e Fátima e que, no futuro, fará, também no Quartel do Carmo, um investimento de 7,5 milhões de euros na construção de um novo hotel.

Esta é uma notícia que nos agrada a todos e deve servir de incentivo a continuarmos a nossa luta pela melhoria das nossas acessibilidades aéreas e pela ampliação da pista do nosso Aeroporto da Horta. Os investimentos estão a surgir e o nosso trabalho tem de continuar”, concluiu.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here