Ciência e Mar são novas áreas da relação entre os Açores e a Bermuda, afirma Vasco Cordeiro

0
88

O Presidente do Governo afirmou hoje que o Mar e a Ciência constituem duas novas áreas da relação entre os Açores e a Bermuda, apontando o Atlantic International Research Centre – AIR Centre como uma possibilidade para reforçar as parcerias entre os dois territórios.

“Por esta via podemos fomentar esta cooperação, quer do ponto vista das entidades públicas, mas também ao nível das entidades privadas. Aliás, o caso do AIR Centre é um dos exemplos em que a possibilidade de entidades privadas poderem participar fortalece o próprio projeto, mas também cada um dos participantes”, salientou Vasco Cordeiro.

O Presidente do Governo falava na cerimónia destinada a assinalar os 170 anos da chegada dos primeiros portugueses à Bermuda, no âmbito da deslocação oficial que está a fazer a este território a convite do Premier Edward David Burt.

No terceiro dia desta deslocação oficial, Vasco Cordeiro sublinhou que o Atlântico é, também, outra das áreas que pode fortalecer a relação entre os Açores e a Bermuda ao nível científico, recordando a parceria já existente sobre o Mar dos Sargaços, um importante ecossistema oceânico aberto.

“No fundo, trata-se de colocar esta relação num novo patamar. Ou seja, juntar a componente afetiva que já liga muitos Açorianos à Bermuda à componente política e institucional que possa fomentar e reforçar essa cooperação”, afirmou o Presidente do Governo.

“Estas são áreas em que me parece ser perfeitamente possível estreitar essa relação, tirando proveito daquela que é uma nova abordagem em relação à presença dos Açorianos e portugueses neste território, de valorização até política, de atenção e reconhecimento do contributo que tem sido dado para o desenvolvimento da Bermuda”, referiu Vasco Cordeiro.

Esta é a primeira deslocação oficial de Vasco Cordeiro à Bermuda, que foi destino da emigração açoriana desde meados do século XIX.

Estima-se que cerca de 20 a 25 por cento da população das Bermuda seja descendente de portugueses, dos quais 90 por cento de origem açoriana.

Na cerimónia de hoje, feriado nacional instituído para assinalar a chegada dos primeiros portugueses à Bermuda, Vasco Cordeiro e Edward David Burt descerraram uma placa alusiva a esta efeméride e plantaram, em conjunto, uma árvore no jardim botânico.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here