Lagoa está a viver uma revolução silenciosa ao nível do seu desenvolvimento e crescimento futuro

0
193

Foi esta a ideia defendida pela presidente da Câmara Municipal de Lagoa, Cristina Calisto, no âmbito da sessão solene comemorativa do 18º Aniversário da Escola Secundária de Lagoa (ESL), que decorreu, esta manhã, no auditório deste estabelecimento de ensino.
A edil lagoense aproveitou, a ocasião, para refletir sobre o lema daquele estabelecimento
de ensino, nomeadamente sobre as palavras: “sentir, pensar, inspirar e crescer”, afirmando que “sentir a Lagoa é estar atento a tudo aquilo que está a acontecer à volta desta escola”, disse, referindo-se à futura construção do hotel Hilton, do Hospital Internacional dos Açores, do passeio marítimo da cidade de Lagoa, do segundo edifício do parque de Ciência e Tecnologia – Nonagon, que irá trazer mais empresas de base tecnológica para o concelho.
No que diz respeito às palavras “sentir e crescer”, a autarca defende que é necessário “sentir aquilo que está a acontecer na Lagoa. Sem nos darmos conta, está a acontecer
uma pequena revolução silenciosa na Lagoa. O concelho está a crescer”.
Cristina Calisto incentivou os alunos lagoenses a “pensar”, a fomentar um espírito crítico,”porque as novas oportunidades de emprego qualificado surgirão para
estudantes instruídos e os mesmos poderão orientar-se, porque “há um mundo de
oportunidades à espera dos mesmos”.

No que diz respeito à palavra “inspirar”, a edil felicitou os alunos de mérito que foram reconhecidos, acrescentado que os mesmos são verdadeiros exemplos de “trabalho, empenho e dedicação”, acreditando que, o futuro da Lagoa  será decidido por estes jovens estudantes.
Na sessão comemorativo do 18º aniversário da Escola Secundária de Lagoa, foram entregues os diplomas de mérito cívico e académico, assim como a entrega de prémios ao melhor aluno do 3º ciclo e do 11º, do ano letivo 2018/2019.
Este ano, na Escola Secundária de Lagoa, 43 alunos do ensino secundário, com média superior ou igual a 16 valores, receberam diploma de mérito académico, sendo que 6 alunos obtiveram o prémio de mérito cívico e 6 alunos o diploma de mérito académico do 3º ciclo.
Durante esta celebração, os alunos João Dias Rodrigues, do 3º ciclo, e Diogo Sousa, do
11º ano, foram distinguidos como os melhores alunos deste estabelecimento escolar, com
a atribuição de um prémio monetário oferecido pela Câmara Municipal de Lagoa, na
expetativa de incentivar o percurso académico com brio e sucesso dos mesmos e fazer
deste reconhecimento um exemplo motivador para os outros estudantes.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here