Segunda fase do NONAGON avança no primeiro semestre de 2020

0
92

O Presidente do Governo anunciou hoje um investimento de cerca de 7,5 milhões de euros na ampliação do Parque de Ciência e Tecnologia de São Miguel – NONAGON, uma decisão alicerçada na taxa de ocupação de 100 por cento do atual edifício, localizado no concelho da Lagoa, “e que envolve dezenas de empresas de base tecnológica, algumas delas já com implantação no mercado internacional, com profissionais altamente qualificados, contando atualmente com cerca de 200 postos de trabalho”.

Na sessão de abertura do XIII Encontro Ibérico de Parques de Ciência e Tecnologia, Vasco Cordeiro, sublinhou ainda que estes resultados alcançados pelo NONAGON, que entrou em funcionamento no final de 2015, permitem avançar agora para a construção de um segundo edifício deste parque, obra que vai arrancar no primeiro semestre do próximo ano.

No início da visita de três dias do Governo a São Miguel, o presidente do Executivo açoriano relembrou o investimentos do Governo em equipamentos desta natureza, caso do Parque de Ciência e Tecnologia na ilha Terceira, o TERINOV, focado no apoio à atividade empresarial em áreas complementares relativamente àquelas que o NONAGON proporciona, essencialmente na área do agro-alimentar e das indústrias criativas.

“Nos primeiros 11 meses de operação efetiva, o TERINOV já acolhe 19 empresas e projetos empresariais, que representam quase 80 postos de trabalho diretos, tendo firmado também 11 protocolos com redes e parceiros desta área”, destacou Vasco Cordeiro.

Segundo disse, um dos desafios destes parques de ciência e tecnologia passa por, cada vez mais, contribuírem para a criação de emprego e de riqueza na Região, transpondo a inovação e a investigação aí produzidas para o meio empresarial regional.

A realização deste XIII Encontro Ibérico de Parques de Ciência e Tecnologia constitui-se como um evento inédito que se realiza pela primeira vez na Região, no qual se pretende conferir primazia à criação de sinergias, incentivando-se o trabalho em rede e o desenvolvimento de ações de cooperação entre estas infraestruturas de Portugal e de Espanha.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here