Voto do CDS-PP no Orçamento será “adequado e responsável”, afirma Artur Lima

0
58

Artur Lima afirmou, esta quinta-feira, no âmbito da discussão do Orçamento e Plano para 2020, que o fundamento das políticas do CDS-PP é “o nosso olhar sobre a realidade da nossa Região: sobre o que fizemos, como estamos e o que precisamos de fazer para que a nossa autonomia se construa edificada no que está certo, no que tem que ser feito e do que é mais justo”.
Na apresentação das medidas do CDS-PP para a Saúde, Família, Educação, Cultura e Ambiente, Artur Lima afirmou que o CDS-PP/Açores “tem vindo a apontar o caminho para reduzir as listas de espera para cirurgia com o VALE SAÚDE e o CIRURGE, hoje respostas fundamentais no acesso à Saúde”.

Artur Lima recordou que “muitas das medidas que o CDS-PP apresentou no passado são hoje direitos dos Açorianos”. São disso exemplo o COMPAMID, que o CDS-PP quer reforçar em 25%, e o CEDO, que o CDS-PP propõe aumentar em 10%.

O CDS-PP afirma que tem como horizonte “o dever de proteção dos direitos fundamentais dos Açorianos e a centralidade da solidariedade como pilar da justiça social”, propondo, nesse sentido, “a isenção do pagamento de creches até ao 7º escalão da tabela de rendimentos”, proposta que, se for aprovada, “constituirá menos um encargo mensal para as famílias com menos recursos” e, igualmente, “um grande contributo e estímulo no apoio à natalidade”, afirmou.

Segundo o líder do CDS-PP, o grupo parlamentar encerra o debate com a certeza de que, “se os contributos que aqui fizemos para a melhoria da qualidade de vida dos Açorianos merecerem a aprovação da maioria desta assembleia, isso terá, como consequência, a adequada e responsável resposta do CDS a este plano e a este orçamento”.

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here