Número de desempregados nos Açores é o mais baixo em nove anos

0
85

O vice-presidente do Governo Regional dos Açores, Sérgio Ávila, realçou que o número de desempregados na região atingiu em 2019 o valor mais baixo dos últimos nove anos.

“De acordo com os dados hoje revelados, o número de desempregados inscritos nos Açores é de 6.982, o que representa o menor número de desemprego registado nos últimos nove anos”, adiantou o governante, referindo-se a dados do Instituto do Emprego e da Formação Profissional.

Os Açores registaram uma quebra de desemprego de 9,3% (-715 inscritos nos centros de emprego), em comparação com 2018, e uma quebra de 27% (-2.629 inscritos), em comparação com 2016 (início da legislatura).

Sérgio Ávila, que falava numa conferência de imprensa, em Angra do Heroísmo, rejeitou que essa descida do desemprego se tenha ficado a dever à integração de desempregados em programas ocupacionais.

“Os dados agora revelados desmontam totalmente essa interpretação. Atualmente, há menos 3.364 açorianos em programas ocupacionais ou programas de emprego do que havia em 2016. Nos últimos três anos, reduziu-se em 48% o número de açorianos ocupados”, frisou.

Por outro lado, o governante salientou que a taxa de empregabilidade seis meses após o término das medidas de apoio ao emprego aumentou significativamente nos últimos três anos, sendo atualmente de 82,6% nos estágios, de 83,2% no apoio à contratação e de 69,2% nos programas ocupacionais.

Segundo o vice-presidente do executivo açoriano, “nos últimos três anos foram criados 5.993 novos postos de trabalho”, mas houve também “um aumento muito significativo da população ativa”.

“A criação de emprego conseguiu corresponder a três desafios: permitiu empregar quem estava desempregado, permitiu empregar quem estava em programas ocupacionais e permitiu empregar quem não estava na população ativa e que voltou ao mercado de trabalho”, apontou.

A redução do desemprego nos Açores ficou abaixo da registada a nível nacional, mas Sérgio Ávila sublinhou que ao contrário do que se verifica no resto do país a região tem conseguido reduzir o número de desempregados “consistentemente todos os meses”.

“O desemprego não tem reduzido em função de uma sazonalidade, mas tem-se conseguido baixar todos os meses o desemprego nos Açores de mês para mês, o que demonstra que a redução do desemprego é estrutural e não assenta em variações de sazonalidade”, afirmou.

Segundo o vice-presidente do Governo Regional, o crescimento tem sido “transversal aos três setores de atividade, mas houve efetivamente no último ano um crescimento bastante acentuado no setor da construção civil”, onde já se nota “falta de mão de obra”, em algumas ilhas.

 

 

Lusa

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here