Trabalhadores da SATA “estão mobilizados para o momento atual”

0
305

O presidente da transportadora aérea SATA declarou hoje que os trabalhadores do grupo açoriano estão mobilizados para o momento atual, reconhecendo todavia o “cenário de crise” provocada pela pandemia da covid-19.

“As pessoas que fazem parte do grupo SATA mobilizaram-se para responder ao presente cenário com a dedicação e coragem de quem está a fazer o que é certo. Temos trabalhadores ativos nos seus períodos de descanso, no fim de semana, nas férias, durante horas intermináveis, para garantir que, dentro dos desafios que se vão apresentando diariamente, conseguimos encontrar soluções e comunicálas atempadamente a todos os que estão dependentes de nós”, considera Luís Rodrigues.

O gestor enviou esta segunda-feira, uma mensagem aos clientes da transportadora na qual refere que é em “cenários de crise”, como o atual, que o ser humano mostra do que é capaz.

“Nisto, não consigo encontrar lugar para pessimismo. É por isso que garanto que vamos continuar a dar o nosso melhor para garantir que bens e serviços essenciais não faltem a ninguém, para trazer alguma paz de espírito a todos os que veem os seus planos adiados, a todos os que planearam viagem durante meses e estão agora numa situação inesperada”, prossegue o responsável.

Admitindo que a gestão da empresa é feita “num cenário parcialmente desconhecido”, Luís Rodrigues reconhece ansiedade nos trabalhadores do grupo, mas valoriza o quadro de pessoal: “Ainda assim, deixam os receios de lado e trabalham com um espírito de entrega que vai muito além do brio profissional. Neste momento, não consigo ver ao meu lado apenas bons profissionais. Estamos perante pessoas excecionais“.

A operação da SATA Air Açores, que opera dentro do arquipélago dos Açores, está interrompida com exceção de voos de transporte de carga ou situações excecionais, ao passo que a Azores Airlines – empresa do grupo que opera de e para fora da região – também viu substancialmente reduzida a sua atividade face à covid-19.

O novo coronavírus, responsável pela pandemia da covid-19, já infetou mais de 345 mil pessoas em todo o mundo, das quais mais de 15.100 morreram.

Depois de surgir na China, em dezembro, o surto espalhou-se por todo o mundo, o que levou a Organização Mundial da Saúde a declarar uma situação de pandemia.

Em Portugal, há 23 mortes e 2.060 infeções confirmadas, segundo o balanço feito hoje pela Direção-Geral da Saúde. Nos Açores, há registo de 12 casos positivos.

 

 

Lusa

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here