PSD/Açores quer produção de máscaras sociais descentralizada por várias ilhas

0

A vice-presidente do PSD/Açores Mónica Seidi defendeu hoje que a produção de máscaras sociais para prevenir a propagação da COVID-19 deve ser descentralizada por várias ilhas, de forma a garantir que são distribuídas em “tempo útil” pela população.

“A utilização de máscaras sociais só será eficaz com uma cobertura da esmagadora maioria da população dos Açores. Ao ritmo de produção atual, esse objetivo só será alcançado daqui a muitas semanas. É preciso descentralizar a produção de máscaras por várias ilhas”, afirmou.

A dirigente social-democrata lembrou que, duas semanas após o Governo Regional ter anunciado a intenção de distribuir 270 mil máscaras sociais, “até ao momento apenas foram entregues em algumas freguesias do concelho do Nordeste, o que é manifestamente insuficiente”.

“Há capacidade instalada em diferentes ilhas para produção de máscaras sociais. Essa capacidade instalada tem de ser aproveitada para fazer chegar, em tempo útil, as máscaras a toda a população dos Açores”, disse.

Segundo Mónica Seidi, “os Açores são, este momento, a única região do país em que o uso de máscara não é obrigatório, o que só se percebe porque o Governo Regional não é capaz de garantir máscaras para toda a população”.

Para a social-democrata, também a forma como a Autoridade Regional de Saúde “desvalorizou a demora na distribuição de máscaras sociais, ao dizer que não é urgente, põe em causa uma importante medida de prevenção”.

“O PSD/Açores apela às autoridades regionais para que não repitam os mesmo erros cometidos no continente, onde se começou por desaconselhar o uso de máscaras, para acabar agora na imposição de multas pela sua não utilização. Este comportamento errático não pode repetir-se na Região”, sublinhou.

Recorde-se que, a 9 de abril, o presidente do PSD/Açores, José Manuel Bolieiro, propôs a “aquisição em massa” de máscaras sociais para distribuir pela população.

Mais recentemente, o líder social-democrata, em carta enviada ao Presidente do Governo Regional, sugeriu ao executivo “considerar a obrigatoriedade de uso de máscara social em determinadas situações e lugares”.

Pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here