Artigo de Opinião | Calamidade na Actividade Cultural nos Açores! por Filipe Tavares

0
Foto . Andreia Luís

Calamidade na Actividade Cultural nos Açores!

Nos últimos 4 meses, a Região Autónoma dos Açores desenvolveu um trabalho árduo e bem sucedido no sentido de conter a disseminação do coronavírus e preparar uma reabertura segura dos vários sectores de actividade. Contudo, é lamentável que a Autoridade Regional de Saúde mantenha restrições à actividade cultural desenvolvida em espaços fechados e ao ar livre devidamente organizados e licenciados. 

Os Açores apresentam, actualmente, 6 casos positivos activos de coronavírus que estão sob vigilância. A Região controla todas as entradas de passageiros, obrigando, e bem, à apresentação e realização de múltiplos testes. Não faz sentido que a Autoridade Regional de Saúde continue a hipotecar o futuro do sector cultural, mantendo a recomendação de não realização de eventos na Região, ao contrário do que acontece em território continental.

Não façamos da cultura o bode expiatório desta pandemia! É urgente distinguir uma festa popular ou procissão, de um evento licenciado num recinto coberto ou ao ar livre devidamente organizado. Quem faz vida profissional da Cultura e do Espetáculo, conhece bem o nível de exigências a que os projectos estão submetidos. Neste período de “medo” o “consumo” de cultura é fundamental para a saúde mental de todos nós e será, naturalmente, feito com responsabilidade, proteção, sentido de missão e solidariedade por parte do público. O estrangulamento de que é vitima a Actividade Cultural nos Açores é abusivo e está a prejudicar centenas de artistas, profissionais e empresas, que estão desejosos e prontos para voltar a trabalhar, para entregar a sua Arte, mesmo que seja para um terço do público e com todas as regras e exigências de proteção. A retoma da Actividade Cultural é urgente e necessária. A Cultura não é o parente pobre da economia, muito pelo contrário.

Filipe Tavares
ARTAC – Associação Regional para a Promoção e Desenvolvimento Sustentável do Turismo, Ambiente, Cultura e Saúde

Pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here