Novos apoios à agricultura nos Açores recebem candidaturas no valor de 1,6 milhões de euros

0
Os novos programas de apoio à agricultura nos Açores PROAGRI e i9AGRI receberam candidaturas no valor de 1,6 milhões de euros, avançou hoje o secretário regional da Agricultura e Florestas, João Ponte.

“Este é um indicador que revela, por um lado, a importância destes programas para os agricultores e, por outro, a apetência que existe nos agricultores açorianos em apostar na modernização e na capacitação futura das explorações por forma a melhorar a sua eficiência”, afirmou o governante, citado em nota de imprensa.

O secretário regional considera que “a modernização e a inovação nas explorações agrícolas é o caminho certo, não só para aumentar a competitividade, mas também para responder aos desafios do presente e do futuro”.

João Ponte falava na cerimónia de inauguração do reservatório de água dos Biscoitos, na Terceira, uma estrutura com capacidade para 512 metros cúbicos, que vai beneficiar 82 explorações agrícolas, numa área com 404 hectares.

Estes dois programas “foram desenhados em estreita articulação com a Federação Agrícola dos Açores e os demais parceiros do setor e surgem na fase final do atual Quadro Comunitário, que regista já taxas de compromisso e execução elevadas, permitindo aos agricultores continuar a fazer pequenos investimentos nas explorações, recorrendo a verbas regionais”, refere a nota, e apoiam a inovação, a modernização e o aumento da competitividade das explorações agrícolas.

O PROAGRI, explicou o executivo, permite apoiar investimentos elegíveis até ao montante de 10 mil euros, no caso de aquisição de máquinas e equipamentos, e 15 mil euros, no caso de investimentos em instalação de rede elétrica de baixa tensão.

Já o i9AGRI foca-se no cofinanciamento da introdução de práticas inovadoras nas explorações agrícolas, que permitem a diminuição dos custos da produção, e os investimentos elegíveis vão até 20 mil euros.

As taxas de financiamento para ambos os programas variam entre 30 e 50%, dependendo do tipo de investimento proposto pelo agricultor.

 

 

Lusa

 

Pub

DEIXE UMA RESPOSTA

Please enter your comment!
Please enter your name here